domingo, 4 de abril de 2010

Azul em abril - espaço para entender o autismo

Em vários locais no mundo, instituições governamentais e não governamentais abriram espaço em suas agendas para conscientizar ainda mais as pessoas sobre o autismo - que teve seu Dia Mundial no dia 2. Durante abril, profissionais que trabalham com crianças autistas usarão um laço azul no peito para que, cada vez que for perguntado o motivo da faixa, expliquem um pouco mais.
O autismo - É uma disfunção global do desenvolvimento. Uma alteração que afeta a capacidade de comunicação do indivíduo de estabelecer relacionamentos e de responder apropriadamente ao ambiente. Algumas crianças autistas apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sério atraso no desenvolvimento da linguagem. Alguns parecem fechados e distantes; outros, presos a comportamentos restritos e rígidos padrões de comportamento. Os diversos modos de manifestação da doença também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo.
Mitos - Um dos mitos comuns é de que todas as pessoas com autismo vivem em seu mundo próprio, isolados, interagindo apenas com o ambiente que criam; isto não é verdade, segundo especialistas. Se, por exemplo, uma criança autista fica isolada em seu canto observando as outras crianças brincarem, não é porque ela está desinteressada dessas brincadeiras ou porque vive em seu mundo. Simplesmente ela tem dificuldade de iniciar, manter e terminar adequadamente uma conversa.
A data - Em 2008, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu, em assembleia geral, o dia 2 de abril como sendo o Dia Mundial da Conscientização pelo Autismo. Sessenta milhões de pessoas com autismo no mundo, sofrem sem acesso a serviços públicos e privados necessários a todas as pessoas.
Diagnóstico e tratamento - O diagnóstico deve ser precoce para que o tratamento seja melhor. Tem que procurar um médico quando perceber que ele está com atraso na linguagem, e quando houver algo diferente no olhar. Além disso, 10% das crianças autistas têm característica de ter crescimento muito significativo em alguma área, segundo a psicóloga Luana Passos.
Informação da jornalista Maria Isabel da Silva com consulta a jornais e internet.

sábado, 3 de abril de 2010

Comunicar o que a instituição faz é estratégico

Comunicar é mais que enviar um texto para os jornais para informar que o bazar acontece no próximo final de semana para angariar fundos para a instituição. É mais que fazer um folheto e distribuir no bairro. É mais que fazer um belo site e colocar fotos dos assistidos pela instituição.
Comunicação exige estratégia. Para comunicar, é necessário que a instituição saiba claramente suas metas a médio e longo prazo, entenda os públicos com que se relaciona - vizinhos, assistidos, doadores, imprensa, patrocinadores, apoiadores, voluntários, funcionários, fornecedores. Para isto, há profissionais qualificados no mercado e agências de comunicação. A instituição pode contar com um profissional que a auxilie como voluntário na definição da estratégia e até que a auxilie no trabalho do dia a dia, mas o ideal é que ela preveja uma verba para a sua comunicação (que envolva não só o pagamento dos produtos como também dos serviços) e possa assim agir com profissionalismo nesta área - à semelhança de grandes ONGs. nacionais e internacionais.

quinta-feira, 18 de março de 2010

AFECE promove concerto beneficente com músicos eruditos

Será no dia 19 de março, às 20h na Capela Santa Maria – Espaço Cultural, a estréia da TEMPORADA AFECE CULTURAL. Grandes nomes da música clássica paranaense reunidos em uma noite que promete abrir com chave de ouro um movimento beneficente que tem como objetivo levar a arte ao alcance de todos.

A renda arrecadada contribuirá para a Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial (AFECE), instituição referência nos cuidados à deficiência intelectual com acentuado grau de comprometimento. O coordenadora de marketing da Instituição, Graziely Prezutti afirma estar bastante entusiasmada com a Temporada Cultural. “Essa nova iniciativa da AFECE faz parte de um movimento maior no cenário da Responsabilidade Social em nosso estado e pretende aliar cada vez mais a Cultura às causas sociais”, comenta.

Os ingressos estão à venda no local e outros pontos e custam R$20,00 e R$10,00 (meia entrada). Entre os convidados especiais já estão confirmados nomes como Nova Câmara Trio, Quarteto de Flautas de Curitiba e convidados especiais.


SERVIÇO


ABERTURA TEMPORADA AFECE CULTURAL – MÚSICA ERUDITA NA CAPELA SANTA MARIA

Horário: 20h

Local: Capela Santa Maria - Espaço Cultural
Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro

Telefones: AFECE (41) 3366-5212, Capela Santa Maria (41)3321-2840

__________________________________________________________________________

Sobre a AFECE

A AFECE, Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial, é uma instituição filantrópica do terceiro setor, sem finalidade econômica que atua na área da educação especial há mais de 40 anos. No ano de 2005, a instituição conquistou o Prêmio Bem Eficiente, entrou para a lista das 50 melhores entidades do país e está entre as cinco melhores do Paraná.





Para quem também deseja ajudar, o telefone da AFECE é 41. 3366-5212|www.afece.org.br.




Camila Rechia Ferreira
Assessora de Marketing
AFECE | Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial
|41| 3366-5212
rp@afece.org.br
www.afece.org.br

terça-feira, 2 de março de 2010

Obra social de Itajaí atenderá mais de 900 alunos

Os Programas de Educação Complementar, Oficinas Alternativas, Qualificação Profissional, Jovem Aprendiz e Geração de Renda e Oportunidade de Trabalho do Parque Dom Bosco iniciaram as atividades na segunda-feira, dia primeiro de março. Atividades esportivas, de lazer, recreação, ateliês e oficinas por interesse, além de cursos de qualificação profissional são algumas das opções.

Todas as atividades são oferecidas gratuitamente em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Itajaí que mantém um convênio com a instituição através do repasse de recursos financeiros para auxiliar no atendimento de contra turno escolar. Além da evangelização, os alunos recebem também o café da manhã, almoço e lanche da tarde gratuitamente.

No primeiro dia de atividades, são apresentadas aos educandos a missão e a visão da casa, além da apresentação da equipe técnica e pedagógica, assim como o regimento interno da obra social. Os primeiros dias são de adaptação. Nesse período os alunos passam por todas as oficinas e escolhem aquelas com as quais mais se identificam.


Informações adicionais para imprensa:
Carlota de Oliveira Medeiros – Jornalista Responsável – Registro SC 02593 - JP
Setor de Comunicação, Eventos e Captação de Recursos – Parque Dom Bosco
tel.: (47) 3344-9102 (47) 9914-9548 e-mail carlota@parquedombosco.org.br
Site Institucional: www.parquedombosco.org Site de Notícias: www.dombosco.net