quinta-feira, 25 de junho de 2009

SP - Pestalozzi tem festa junina dias 27 e 28

MG - Instituto Bruno na Feira de Carros do Carrefour

Alguns dos atendidos pelo Instituto Bruno, pessoas com surdocegueira e múltiplas deficiências, estarão na V Feira AVA de Carros Antigo, no pátio do Carrefour de Juiz de Fora . Realizado anualmente pela AVA – Associação de Carros antigos, o evento abre espaço para que instituições beneficentes da cidade arrecadem dinheiro na venda de produtos alimentícios e divulguem o seu trabalho. Christiane Habib, uma das organizadoras do espaço destinado ao Instituto Bruno, considera este evento uma oportunidade única: “Podemos assim apresentar o Instituto Bruno à comunidade da zona sul e aos frequentadores do evento. A zona sul é onde mais temos colaboradores e a maioria nunca veio ao Instituto e não conhece os atendidos”. Segundo ela, a ideia é promover uma aproximação com a comunidade. “Pela primeira vez, decidimos levar alguns atendidos para fazer uma confraternização entre doadores, voluntários e atendidos. Além de mostrar a alegria que é fazer parte dessa instituição”, explica.
Como nas outras edições, o espaço do Instituto Bruno venderá a deliciosa macarronada, camisas da instituição e produtos de papelaria confeccionados pelos próprios atendidos. A Feira de Carros Antigos acontece neste fim de semana, nos dias 27 e 28 de junho, no pátio do Carrefour. A entrada é franca.

enviado por
Mahina Fava Jornalista responsável voluntária
MTB 13040

Instituto Bruno de apoio a pessoas surdocegas e com múltiplas paralisias
Tel: (32) 2102-4300

Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora - MGinstitutobrunocomunica@yahoo.com.br

Visite o site:
www.institutobruno.org.br

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Aliança quer replicar sua metodologia no Paraná

A Aliança Empreendedora, organização que atua desde 2002 com o incentivo e apoio ao empreendedorismo, procura organizações de Curitiba e sua região metropolitana para replicar sua metodologia de trabalho com grupos de geração de renda. Os sistemas que oferece são: acesso ao conhecimento e informação; acesso ao design e mercado e acesso ao capital, maquinário e infraestrutura.
Se sua organização possui interesse em ser uma replicadora, ampliando o impacto de suas atividades junto a empreendedores de baixa renda, inscreva-se no edital da Aliança.
Para mais informações, acesse o site www.aliancaempreendedora.org.br . As inscrições vão até 8 de julho.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Assista Home, nosso planeta, nossa casa

Amanhã, dia do meio ambiente, acesse a internet ou se puder vá a uma das salas em que o filme estará sendo exibido. Celebre com milhares de pessoas um momento de reflexão. Você faz parte do planeta e pode ajudar a reverter esta situação. Ou vai esperar para ver o que vai acontecer daqui a 10 anos?
O argumento – “Em algumas poucas décadas, a humanidade interferiu no equilíbrio estabelecido no planeta há aproximadamente quatro bilhões de anos de evolução. O preço a pagar é alto, mas é tarde demais para ser pessimista. A humanidade tem somente dez anos para reverter essa situação, observar atentamente à extensão da destruição das riquezas da Terra e considerar mudanças em seus padrões de consumo”.
O filme – “Ao longo de uma seqüência única através de 54 países, toda filmada dos céus, Yann Arthus-Bertrand divide conosco sua admiração e preocupação com esse filme e finca a pedra fundamental para mostrar que, juntos, precisamos reconstruí-lo”.
O lugar – Salas de cinema, televisão, em DVD ou em seu computador na internet acessando a youtube.com/homeproject.
O olhar da produção – Denis Carot, da Elzévir Films, diz que “embora haja um apego geral das sociedades com relação a questões ecológicas, ações concretas ainda são pequenas e lentas demais, o que constitui, de diversas formas, o que o filme prega: é tarde demais para ser pessimista”. Então, se você viu Uma Verdade Inconveniente, tem que ver este filme. Denis diz que o filme é mais que um documentário. Segundo ele, “ cada imagem parece dizer: “Vejam como a Terra é bonita, vejam como nós a estamos destruindo, e, acima de tudo, vejam todas essas maravilhas, as quais ainda podemos preservar.”
Do céu, não precisa explicar – Segundo Denis, as imagens aéreas não necessitam de explicações. A visão é imediata, intuitiva e emocional. O filme HOME - NOSSO PLANETA, NOSSA CASA causa impacto imediato sobre a sensibilidade de qualquer um que o assiste.
Quem mais está envolvido – “A adesão inacreditavelmente espontânea de Luc Besson tornou o projeto digno de crédito e viável. Era indispensável que uma produtora de cinema de porte internacional estivesse envolvida na operação desde o início. Foi o comprometimento de François-Henri Pinault e todo o grupo PPR que nos permitiu realizar o inimaginável, ver o filme ser exibido gratuitamente ao redor do mundo. “
Meta é cumprida – A determinação e o esforço de Yann Arthus-Bertrand que reuniu toda essa energia e talento para ultrapassar este desafio inacreditável em função do bem comum, isto é, para o bem de nosso planeta e todos seus habitantes faz sua meta ser cumprida e os milhões de pessoas assistiram amanhã HOME - NOSSO PLANETA, NOSSA CASA.

Se você não fez nada por você, pelo próximo, pelo planeta, dia 5 é um bom dia de começar. Assista ao filme. Pare. Reflita. Leia mais sobre o assunto. Mude. Os filhos e netos da Terra agradecem.