quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Dia Mundial da pessoa com deficiência - 3 de dezembro


Não enxergar, não ouvir, não caminhar. Algumas deficiências já são bem conhecidas do público, mesmo que a melhor forma de lidar com elas ainda precise ser bastante disseminada. Uma deficiência pouco conhecida, entretanto, é a múltipla deficiência. Apesar do nome, ela não é simplesmente a junção de várias deficiências, pois é trabalhada de maneira diferenciada e específica.


Em Juiz de Fora (MG) existe uma ONG totalmente voltada para a múltipla deficiência e também para a surdocegueira. O Instituto Bruno possui métodos específicos para desenvolver as capacidades do múltiplo, na área da saúde, educação e também na socialização e independência. A diretora do Instituto Bruno, Maria do Carmo Vianna, ressalta que uma criança múltipla deficiente possui necessidades específicas. “É necessário que ela tenha acesso a avaliações de vários profissionais da área da saúde, atendimentos na área da educação, estimulação sensorial, e o uso correto de vários aparelhos de apoio – cadeiras e tutores por exemplo - para vencer as barreiras que a deficiência lhe impôs”. O que acontece muitas vezes é que o material fornecido pelo SUS não é adaptado ao perfil de cada criança, ficando muitas vezes inutilizado. Ela cita como exemplo os óculos, que não possuem a proteção anti reflexo, algo primordial para o usuário de baixa visão. “O óculos da Lays nós mesmos tivemos que comprar, pois o do SUS não serviu”, revela Marilda.

Entre os equipamentos auxiliares, estão: aparelho de audição, tutor, cadeira de rodas, de banho e de madeira, fraldas, estabilizador de postura, alimentação específica, transporte adaptado (elevador e conchas ortopédicas para assento da criança)

A comunicação de pessoas múltiplas é realizada através de comunicação alternativa, um método no qual é utilizado principalmente o tato. Temos o tadoma (mão colocada na garganta para sentir a vibração e assim entender das palavras), a libras tátil (libras feita na palma da mão), as pistas (objetos são tateados para antecipar as ações), entre outros. No Instituto Bruno a comunicação alternativa é utilizada na interação com os múltiplos deficientes de acordo com o grau da deficiência de cada um. “É interessante observar como eles se desenvolvem usando essa forma de comunicação. A evolução é bem visível”, explica Eni da Penha Oliveira Silva, instrutora de educação do Instituto Bruno. É o caso de Lays Oliveira Moreira, 12, múltipla deficiente que possui baixa visão e deficiência motora. “Ela antes não firmava a cabeça, não conversava. E com esses profissionais aqui do IB ela se desenvolve, porque quanto mais eles cobram, mais ela dá. Eles dão o incentivo e ela faz”, diz Marilda de Oliveira Pinto Moreira, mãe de Lays. Mas muitas coisas ainda podem melhorar. “Não temos a cadeira de madeira e o estabilizador (de postura). Seria bom se a gente fosse atendido mais rápido nos exames (do SUS) também. Tem um exame que estamos esperando há quase um mês”, reclama.

O que é a Múltipla Deficiência Sensorial?
Múltipla deficiência sensorial é a deficiência auditiva ou a deficiência visual associada a outras deficiências (mental e/ou física), como também a distúrbios (neurológico, emocional, linguagem e desenvolvimento global) que causam atraso no desenvolvimento educacional, vocacional, social e emocional, dificultando a sua auto-suficiência.

Tipos:

.

Surdez com deficiência mental leve ou severa.

.

Surdez com distúrbios neurológicos, de conduta e emocionais.

.

Surdez com deficiência física (leve ou severa).

.

Baixa visão com deficiência mental leve ou severa.

.

Baixa visão com distúrbios neurológicos, emocionais e de linguagem e conduta.

.

Baixa visão com deficiência física (leve ou severa).

.

Cegueira com deficiência física (leve ou severa).

.

Cegueira com deficiência mental (leve ou severa)

.

Cegueira com distúrbios emocionais, neurológicos, conduta e linguagem.

3 de dezembro

O Dia internacional das pessoas com deficiência (3 de dezembro) é uma data comemorativa internacional promovida pelas Nações Unidas desde 1998, com o objetivo de promover uma maior compreensão dos assuntos concernentes à deficiência e para mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem estar das pessoas. Procura também aumentar a consciência dos benefícios trazidos pela integração das pessoas com deficiência em cada aspecto da vida política, social, econômica e cultural. A cada ano o tema deste dia é baseado no objetivo do exercício pleno dos direitos humanos e da participação na sociedade, estabelecido pelo Programa Mundial de Ação a respeito das pessoas com deficiência, adotado pela Assembléia Geral da ONU em 1982.

Mahina Fava
Comunicação e Captação de recursos
ONG de apoio a pessoas surdocegas e com múltiplas deficiências pela paralisia cerebral
Tel: (32)2102-4300 (32)2102-4300
Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora - MG
Siga: www.twitter.com/institutobruno

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Participe da Coleta de Alimentos pelo Brasil

Dia Nacional da Coleta de Alimentos pretende arrecadar 85 toneladas de mantimentos em todo Brasil

Iniciativa acontecerá em supermercados Extra e Gepires da Capital e Grande São Paulo e contará com o trabalho de mais de três mil voluntários

No dia 7 de novembro (sábado) acontece o Dia Nacional da Coleta de Alimentos pelo quarto ano consecutivo, segundo informa a jornalista Carolina Oliveira. O eventoserá realizado em 28 cidades brasileiras e irá beneficiar mais de 1.200 instituições. Supermercados das redes Gepires e Extra de São Paulo, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Carapicuiba e Guarulhos participarão da campanha. Sorocaba, Campinas, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto, no interior do Estado, também farão parte da Coleta.

Das 8h às 19h30, mais de três mil voluntários identificados informarão os clientes logo na entrada das lojas sobre a proposta da ação, caso queiram participar. Eles entregam uma lista com sugestões de alimentos que são mais utilizados nos cardápios das instituições que serão beneficiadas, como arroz, feijão, achocolatado, leite em pó, entre outros. O cliente recebe também uma sacola plástica onde depositará sua doação. Ele deverá entregá-la a um outro voluntário na saída do supermercado.

Ao final do dia, os alimentos são pesados, encaixotados e encaminhados para os Bancos de Alimentos das cidades. As doações da Capital e Grande São Paulo serão destinadas ao Banco de Alimentos São Francisco, no extremo leste de São Paulo. De lá, os produtos são distribuídos entre as instituições cadastradas de forma a evitar “duplicação” da ação, má distribuição e desperdícios.

Sobre o Dia Nacional da Coleta de Alimentos

Promovida anualmente pela Companhia das Obras do Brasil (CDO) e pela Fondazione Banco Alimentare, da Itália, a ação foi realizada pela primeira vez em 2006, nas cidades de São Paulo e São Bernardo do Campo. No ano passado, cerca de quatro mil voluntários em todo país arrecadaram mais de 58 toneladas de alimentos. No dia 07 de novembro de 2009, o Dia Nacional da Coleta de Alimentos contará com a ajuda de mais de cinco mil voluntário em todo País e acontecerá em: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, São Bernardo do Campo, Campinas, Sorocaba, Salvador, Fortaleza, Belém, Manaus, Boa Vista, Florianópolis, Brusque, Barreiras, Ribeirão Preto, São Jose do Rio Preto, Londrina, São João Del Rei, Teresópolis, Petrópolis, Niterói, Aracaju, Macapá, Paulo Afonso, Guarulhos, Carapicuiba e São Caetano do Sul.

Serviço:

Dia Nacional da Coleta de Alimentos

Quando: sábado, 07 de novembro de 2009

Que horas: 8h às 19h30

Supermercados cadastrados:

*Extra Hipermercados – Aeroporto, Anchieta (São Bernardo do Campo), Anhanguera, Aricanduva, Brigadeiro, Carapicuíba, Freguesia do Ó, Metrô Itaquera, Moóca, Ricardo Jafet, São Miguel, Guaianazes, Guarulhos, Interlagos, Itaim Bibi, Jaguaré, João Dias, Marginal Tietê, Morumbi, Penha, Raposo Taveres e São Caetano do Sul.

*Gepires – Vila Joaniza, Vila Missionária, Americanópolis e Jardim Ganhembu.

Mais Informações: www.cdo.org.br/coletadealimentos

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA

Carolina Oliveira

(11) 8212-6861

carolmocl@gmail.com

Fernanda Lanza

(11) 8137-6551

micailanza@yahoo.com.br

terça-feira, 20 de outubro de 2009

SP - Batuíra faz 60 anos, mantido pelo SUS

O Instituto Espírita Batuíra de Saúde Mental, na capital paulista, chega a 60 anos de fundação no próximo 27 de outubro, atendendo gratuitamente mais de 60 pacientes carentes e sendo considerado um dos poucos hospitais do Brasil que recebe verbas 100% do SUS. Par amanutenção, conta ainda com doações de pessoas físicas e jurídicas. A comemoração será um café da manhã às 8:00 horas, nas dependências do Batuíra, próximo ao Shopping Center Flamboyant, informa seu presidente, Sérgio Luís Haas.
Os pacientes atendidos por 52 funcionários regularmente registrados são pessoas carentes que sofrem de transtorno mental ou alcoolismo, entre homens de mulheres dos 18 aos 65 anos.
A instituição conduz uma arrecadação de fundos permanente com a Campanha "Batuíra, quem ama compartilha" com envio de boletos pelo correio.
Informações com Sérgio Luís Haas, 11-9948-4870

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Doe livros pela Rede do Bem em Sampa

A Rede do Bem, uma iniciativa do professor da Faculdade Cásper Líbero, Marcelo Miyashita, está realizando a Ação Dia da Criança para incentivar a leitura com a doação de livros para crianças de diversas entidades assistenciais cadastradas pela Rede. Veja os pontos de coleta abaixo. O recebimento dos livros vai até dia 23/10.
NORTE
Paróquia Nsa. Senhora das Graças - Vila Carolina R. Marcelino de Camargo, 152 (zona norte de São Paulo). Telefone: 3936-1287. Contato com Irineu, entrega no horário de funcionamento da secretaria da Paróquia e nos horários das missas.
Indicado pela Andréia Baldan deia_baldan@yahoo.com.br
Escritório do pai da Ingrid
Santana
Indicado pela Ingrid Máira Teixeira Jardim: ingrid@mktec.com.br

CENTRO/PAULISTA
Salão de Beleza da Cris Leal
Ela ainda se dispõe a entregar cortesias de serviços do salão para as alunas que doarem: 1 hidratação capilar, 1 hidratação das mãos, 1 quick massagem e 1 depilação de buço ou axilas.
Indicado pela Cris Leal: cristininhaleal@yahoo.com.br
Casa do Renato Sansão
Artur Prado, próximo à Paulista.
Indicado pelo Renato Sansão: renatosansao@gmail.com
Faculdade Cásper Líbero
Av. Paulista, 900 - 5º andar Secretaria da pós-graduação com Jairo e Daniel. A/C: Prof. Marcelo Miyashita Indicado pelo Miyashita

OESTE
MKTec Marketing de Relacionamento Av. Brigadeiro Faria Lima, 1572 Gr. 205 - 01451-001 - J.Paulistano Indicado pela Ingrid Máira Teixeira Jardim: ingrid@mktec.com.br

SUL
Academia Via Esporte R. Miguel Melo, 55 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 5817-9000 E-mail: sac@viaesporte.com.br
Indicação do Rafaele Madormo : rafaele@viaesporte.com.br
Casa da Luciana Cortona
Próxima do Viaduto da W. Luis - Aeroporto.
Indicado pela Luciana Cortona: luciana@grupolud.com.br

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Alternativa de SP chega a 25 anos

A Alternativa vai celebrar 25 anos de atividades visando o desenvolvimento de excepcionais, com um chá/bingo.
Os convites estão disponíveis a partir de 13/10, ao preço de R$ 20,00.

A Alternativa Associação de Assistência ao Excepcional
Rua Joaquim Nabuco, 513 – Brooklin
Fone: 5542-6072

Este espaço vai mudar. Aguarde!

Brevemente, este blog vai passar por reformar depois de um tempo sem tanto movimento. Isto é parte de uma reflexão minha de como auxiliar voluntariamente o Terceiro Setor - em especial, as instituições assistenciais menores e que não têm ainda condições de profissionalizar a área de comunicação institucional.
Enquanto isto, a postagem será menor mas se precisar divulgar, envie suas informações para:
miessva@uol.com.br

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

MG - Instituto Bruno tem curso de Libras em outubro

O Instituto Bruno anuncia que o Curso de Libras terá seu início prorrogado para dia 5 e 7 de outubro. . O Curso de LIBRAS do Instituto Bruno tem uma novidade: a parceria com a Confederação brasileira dos surdos, CBS, de Belo Horizonte. Essa confederação tem por objetivo criar novos métodos que facilitem e garantam a proficiência da Língua Portuguesa através da LIBRAS. Essa parceria com o Instituto Bruno torna a instituição mais capacitada no ensino de LIBRAS, pois a CBS fornece material (apostilas, CD´s de aula) e suporte de treinamento para o instrutor do curso.
O curso tem duração de um ano, sendo quatro meses de básico e seis de avançado com entrega de certificado para aqueles que atingirem a nota média e percentual de presença mínima.
RELEVÂNCIA
Pessoas que lidam com o público, tais como policiais, professores, recepcionistas, secretárias, jornalistas, profissionais da área de saúde, entre outros, precisam estar capacitados a se comunicar com as pessoas que posuem deficiência auditiva. Isso evita a falta de entendimento, atrasos na espera por intérpretes dentre outras situações constrangedoras. O curso do Instituto Bruno não forma intérpretes, mas pessoas capazes de compreender e colocar em prática a LIBRAS.INSTRUTOR
O instrutor, Bruno Leonardo, é surdo e certificado pelo Prolibras, da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, e pelo Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez, CAS- BH.
TURMAS
São 30 vagas por turma, sendo uma às segundas-feiras e a outra às quartas-feiras, no mesmo horário: de 19h as 22h. A primeira turma inicia dia 5 de outrubro e a segunda no dia 7 de outubro.
LOCAL
As aulas serão no seguinte endereço: Av dos Andradas Nº 547 sala 717 (perto do antigo pronto socorro).
VAGAS ESPECIAIS
Três vagas são reservadas para aqueles que possuem deficiência auditiva ou familiares, que terão direito a isenção da mensalidade. Eles não ficam isentos do valos referente à matricula e apostila (são 7 apostilas no total ao longo do curso).
MATRICULAS
A matricula deve ser feita no Instituto Bruno na Rua Paula Lima, 243 Jardim Glória no horário de 8h às 12h e de 14h às 18h, com Helder ou Ligia.
Documentos necessários: 1 foto 3x4 e documentos de identidade, CPF e comprovante de residência.
Fontes:
CBS - Confederação Brasileira de Surdos:

Mahina Fava Comunicação Instituto BrunoInstituto Bruno
de apoio a pessoas surdocegas e com múltiplas paralisias
Tel: (32) 2102-4300 Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora - MGmhtml:%7B996E6BC8-FE09-47A6-B4C8-47A961195A88%7Dmid://00000877/!x-usc:http://br.mc1101.mail.yahoo.com/mc/compose?to=institutobrunocomunica@yahoo.com.br

Visite!
www.institutobruno..org.br
Siga: @institutobruno no Twitter

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

SP - Bompar abre vagas para curso gratuito de Mecânica

O Centro de Capacitação Profissional Henry Ford - Multimarcas está com 160 inscrições gratuitas para o Curso de Capacitação Profissional de Mecânica e Eletricidade Veicular, conforme a Classificação Brasileira de Ocupações – CBO, com início no mês de fevereiro de 2010. Certificado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo e pelo SENAI, o curso oferece aulas práticas e teóricas nas habilidades de inspeção e reparo, motores, sistema elétrico, suspensão e freios, além de contribuir para a formação integral dos alunos, visando a realização de atividades de comunicação, raciocínio lógico, cálculo, empreendedorismo, empregabilidade, entre outras. As vagas estão disponíveis para jovens com idades entre 15 a 18 anos, sendo 80 vagas nas turmas da manhã, das 8h às 12h, e 80 vagas na parte da tarde, das 13h às 17h.

Inscrições:
Centro de Capacitação Profissional Henry Ford - Multimarcas
Telefone: 2751-4311
Endereço: Avenida Mariana de Souza Guerra, 794 – Jardim Vila Carrão – São Paulo.
Atendimento: de segunda à quinta-feira – Manhã: 9h às 11h. Tarde: 14h às 16h.
Documentação necessária: Frente e verso dos documentos – RG, CPF, declaração escolar, comprovante de residência, carteira de vacinação atualizada e comprovante de renda (holerite ou cópia do extrato bancário dos responsáveis).
Período de Inscrição: até 31 de agosto de 2009.
Investimento: Gratuito


Com o objetivo de preparar os jovens para ingressarem no mundo do trabalho, o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto - BOMPAR – em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo, visam estimular as atividades voltadas para o empreendedorismo, comunicação, trabalho em equipe e criatividade. A entidade desenvolve atualmente, uma proposta sócio educativa a 7600 crianças, adolescentes e jovens e a 450 adultos em situação de rua na Zona Leste de São Paulo.


Mais informações:

Raquel Rieckmann Traldi
Jornalista Responsável - Mtb: 52.637
Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto
Tel.: 11 2696-3200 r. 142
www.acolhe.org.br

sábado, 1 de agosto de 2009

Bazar da Esperança em 8 de agosto

Próximo grande Bazar Beneficente do Arsenal da Esperança será em 8 de agosto de 2009
Leia mais no blog do ARSENAL DA ESPERANÇA
http://www.arsenalesperanca.blogspot.com


Arsenal da Esperança - Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida

Rua Dr. Almeida Lima, 900 - Mooca

CEP 03164-000 - São Paulo - SP

Tel/Fax (11) 2292-0977

PRÓXIMO DA ESTAÇÃO DO METRÔ BRESSER MOOCA

domingo, 26 de julho de 2009

Uma boa ideia, Caneco da Allianz

A Allianz entrega como brinde uma pequena garrafa de plástico com capacidade para um copo e meio de água. Com isto, você pode eliminar o número de copos descartáveis que usa diairamente no escritório. Em média, segundo a embalagem que envolve o brinde, 1.400 copos plásticos são descartados por ano por pessoa. Um copo descartável demoa 50 anos para se decompor na natureza.
Uma boa iniciativa que vale a pena destacar

quarta-feira, 22 de julho de 2009

SP - Pestalozzi organiza Encontro sobre Emprego Apoiado


O 1º Encontro sobre Emprego Apoiado será realizado no dia 1º de agosto na Sociedade Pestalozzi de São Paulo, das 9h00 às 17h00. Veja a programação no anuncio.

terça-feira, 14 de julho de 2009

MG - Instituto Bruno faz a festa em Juiz de Fora

O Instituto Bruno atende pessoas especiais (surdocegas e com paralisia cerebral) com as doações de Juiz de Fora. A parceria com a comunidade permite atender a mais de 90 pessoas. E para celebrar esta parceria, o Instituto Bruno convida a todos para a Festa Julina - quadrilha, comidas típicas e solidariedade!

Dia: Neste sábado, 18 de julho.
Hora: de 13h às 17h
No Centro Educacional Anjinho Dourado, Rua Capitão Arnaldo de Carvalho, 71 - Jardim Gloria

domingo, 5 de julho de 2009

Museu de Miniaturas em São Paulo


Conheça miniaturas fantásticas de lojas, casas e outros cenários na exposição que acontecerá no dia 6 de julho na Assembléia Legislativa de São Paulo. A iniciativa dos artistas Pépp e Orson conta com o apoio do superintendente do Patrimônio Cultural para chamar a atenção de políticos e pessoas influentes para esta arte e ganhar forças para criar um MUSEU DE MINIATURAS EM SÃO PAULO.
A exposição vai até o dia 17 de julho. Imperdível.

RJ - Projeto Vale Encantado protege Floresta da Tijuca

A Floresta da Tijuca, no centro da cidade do Rio de Janeiro, é um tesouro que deve ser preservado pois é o pulmão verde desta cidade. Criada na segunda metade do século XIX com o objetivo de proporcionar ao Rio de Janeiro o fornecimento de água potável por meio da canalização de seu conjunto hidrográfico é resultado do replantio de uma área que hoje mede cerca de 40 km² de mata atlântica e é a maior floresta urbana do mundo é classificada Reserva da Biosfera pela Unesco.
Passear na floresta pode ser bom e ainda auxiliar a preservá-la. A Cooperativa Vale Encantado organiza caminhadas ecológicas e outras atividades e agora está envolvida com o projeto Vale Encantado, para construir a sede. O presidente da Cooperativa Vale Encantado, Otávio Barros, informa que a “caminhada ecológica conduz as pessoas a lugares fora do comum, a ângulos diferentes dos já explorados no Rio de Janeiro, o que permite aos visitantes um distanciamento da visão estereotipada da cidade e suas favelas. O bom é que somos um oásis sem tráfico, drogas nem milícias". Os guias são orientados para despertar a sensibilidade dos turistas para estes aspectos.
O Projeto Vale Encantado nasce com três objetivos básicos: geração de renda, inclusão social e preservação ambiental. O projeto já tem R$ 30 mil para a sede e necessita mais R$ 30 mil a ser pago em 10 prestações de R$ 3 mil. Assim, está organizando uma campanha de doação de R$ 2,00 , além de outras atividades.
Mais informações no site: www.vale-encantado. org.br.

SP Bazar da Esperança em 11 de Julho

Arsenal da Esperança anuncia o próximo bazar para dia 11 de julho, de 8;00 às 13:00 horas, à rua Dr. Almeida Lima, 900 - Mooca. Veja no blog: http://www.arsenalesperanca.blogspot.com

No blog estão também os posts: Damos Voz à Palavra , Novo corte de cabelo da Escola Nonaka , XIV Festa do Imigrante, Faça uma oferta para nos ajudar, A Defesa Civil também quer ser uma Floresta que Cresce...

Visite o site:
www.arsenaldaesperanca.org.br.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

SP - Pestalozzi tem festa junina dias 27 e 28

MG - Instituto Bruno na Feira de Carros do Carrefour

Alguns dos atendidos pelo Instituto Bruno, pessoas com surdocegueira e múltiplas deficiências, estarão na V Feira AVA de Carros Antigo, no pátio do Carrefour de Juiz de Fora . Realizado anualmente pela AVA – Associação de Carros antigos, o evento abre espaço para que instituições beneficentes da cidade arrecadem dinheiro na venda de produtos alimentícios e divulguem o seu trabalho. Christiane Habib, uma das organizadoras do espaço destinado ao Instituto Bruno, considera este evento uma oportunidade única: “Podemos assim apresentar o Instituto Bruno à comunidade da zona sul e aos frequentadores do evento. A zona sul é onde mais temos colaboradores e a maioria nunca veio ao Instituto e não conhece os atendidos”. Segundo ela, a ideia é promover uma aproximação com a comunidade. “Pela primeira vez, decidimos levar alguns atendidos para fazer uma confraternização entre doadores, voluntários e atendidos. Além de mostrar a alegria que é fazer parte dessa instituição”, explica.
Como nas outras edições, o espaço do Instituto Bruno venderá a deliciosa macarronada, camisas da instituição e produtos de papelaria confeccionados pelos próprios atendidos. A Feira de Carros Antigos acontece neste fim de semana, nos dias 27 e 28 de junho, no pátio do Carrefour. A entrada é franca.

enviado por
Mahina Fava Jornalista responsável voluntária
MTB 13040

Instituto Bruno de apoio a pessoas surdocegas e com múltiplas paralisias
Tel: (32) 2102-4300

Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora - MGinstitutobrunocomunica@yahoo.com.br

Visite o site:
www.institutobruno.org.br

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Aliança quer replicar sua metodologia no Paraná

A Aliança Empreendedora, organização que atua desde 2002 com o incentivo e apoio ao empreendedorismo, procura organizações de Curitiba e sua região metropolitana para replicar sua metodologia de trabalho com grupos de geração de renda. Os sistemas que oferece são: acesso ao conhecimento e informação; acesso ao design e mercado e acesso ao capital, maquinário e infraestrutura.
Se sua organização possui interesse em ser uma replicadora, ampliando o impacto de suas atividades junto a empreendedores de baixa renda, inscreva-se no edital da Aliança.
Para mais informações, acesse o site www.aliancaempreendedora.org.br . As inscrições vão até 8 de julho.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Assista Home, nosso planeta, nossa casa

Amanhã, dia do meio ambiente, acesse a internet ou se puder vá a uma das salas em que o filme estará sendo exibido. Celebre com milhares de pessoas um momento de reflexão. Você faz parte do planeta e pode ajudar a reverter esta situação. Ou vai esperar para ver o que vai acontecer daqui a 10 anos?
O argumento – “Em algumas poucas décadas, a humanidade interferiu no equilíbrio estabelecido no planeta há aproximadamente quatro bilhões de anos de evolução. O preço a pagar é alto, mas é tarde demais para ser pessimista. A humanidade tem somente dez anos para reverter essa situação, observar atentamente à extensão da destruição das riquezas da Terra e considerar mudanças em seus padrões de consumo”.
O filme – “Ao longo de uma seqüência única através de 54 países, toda filmada dos céus, Yann Arthus-Bertrand divide conosco sua admiração e preocupação com esse filme e finca a pedra fundamental para mostrar que, juntos, precisamos reconstruí-lo”.
O lugar – Salas de cinema, televisão, em DVD ou em seu computador na internet acessando a youtube.com/homeproject.
O olhar da produção – Denis Carot, da Elzévir Films, diz que “embora haja um apego geral das sociedades com relação a questões ecológicas, ações concretas ainda são pequenas e lentas demais, o que constitui, de diversas formas, o que o filme prega: é tarde demais para ser pessimista”. Então, se você viu Uma Verdade Inconveniente, tem que ver este filme. Denis diz que o filme é mais que um documentário. Segundo ele, “ cada imagem parece dizer: “Vejam como a Terra é bonita, vejam como nós a estamos destruindo, e, acima de tudo, vejam todas essas maravilhas, as quais ainda podemos preservar.”
Do céu, não precisa explicar – Segundo Denis, as imagens aéreas não necessitam de explicações. A visão é imediata, intuitiva e emocional. O filme HOME - NOSSO PLANETA, NOSSA CASA causa impacto imediato sobre a sensibilidade de qualquer um que o assiste.
Quem mais está envolvido – “A adesão inacreditavelmente espontânea de Luc Besson tornou o projeto digno de crédito e viável. Era indispensável que uma produtora de cinema de porte internacional estivesse envolvida na operação desde o início. Foi o comprometimento de François-Henri Pinault e todo o grupo PPR que nos permitiu realizar o inimaginável, ver o filme ser exibido gratuitamente ao redor do mundo. “
Meta é cumprida – A determinação e o esforço de Yann Arthus-Bertrand que reuniu toda essa energia e talento para ultrapassar este desafio inacreditável em função do bem comum, isto é, para o bem de nosso planeta e todos seus habitantes faz sua meta ser cumprida e os milhões de pessoas assistiram amanhã HOME - NOSSO PLANETA, NOSSA CASA.

Se você não fez nada por você, pelo próximo, pelo planeta, dia 5 é um bom dia de começar. Assista ao filme. Pare. Reflita. Leia mais sobre o assunto. Mude. Os filhos e netos da Terra agradecem.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Pastrola da Juventude é candidata em São Paulo

A Pastoral da Juventude é uma das organizações que se candidatou para a primeira eleição para o Conselho Municipal de Juventude (CMJ). Saiba mais acessando:
http://arsenalesperanca.blogspot.com/2009/05/conselho-municipal-de-juventude.html

CONHEÇA AS NOVIDADES DO ARSENAL DA ESPERANÇA NO BLOG:
O blog, atualizado diariamente, já contém uma grande quantidade de posts, para conhecer melhor as iniciativas da casa.
Visite também as postagens mais antigas, vale a pena:
http://www.arsenalesperanca.blogspot.com/

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Fundação SOS no Parque Ibirapuera

Repasso esta informação pois celebrar os projetos conduzidos pela Fundação SOS Mata Atlântica e conhece-los de perto é importante e vale a pena, faz bem para a gente e para o planeta!
Anote:
evento: Viva a Mata - mostra de iniciativas e projetos
local: S.Paulo- Marquise e na Arena de Eventos do Parque Ibirapuera
data e horário: 22 a 24 de maio - de 6ª a domingo, das 9h às 18h
patrocínio: Banco Bradesco
apoio: Sec.Municipal do Verde e Meio Ambiente, da Tam Linhas Aéreas e da TV Globo.
Programação: Cerca de 100 projetos divididos em estandes temáticos, Túnel dos Sentidos, palestras, oficinas, peças de teatro, distribuição de mudas de espécies nativas e muito mais.
Custo: Tudo gratuito e aberto ao público em geral.

Brevemente: Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio), a Fundação realiza evento com parlamentares, em Brasília (DF), para apresentar a situação do Bioma. FIQUE ATENTO!

domingo, 17 de maio de 2009

URGENTE MG - Instituto Bruno procura terreno ou imóvel URGENTE URGENTE

Instituto Bruno: necessidade urgente

O Instituto Bruno continua sua procura por um imóvel ou um terreno que atenda à necessidade de segurança de que suas atividades continuem. O atual imóvel onde funciona a instituição é alugado, e caso o proprietário necessite, as atividades terão de ser interrompidas. "Recebemos inclusive a preocupação das mães de nossos atendidos para que tenhamos maior segurança de que nossas atividades terão continuidade", diz a diretora Maria do Carmo Vianna. "Estamos trabalhando incessantemente por esse terreno ou imóvel, mas até agora nada é concluído. Ficamos apreensivos", diz ela.

Além disso, o Instituto Bruno atende em sua capacidade máxima: 62 atendidos e 30 assistidos. A realidade é que cerca de 80 pessoas já foram avaliadas e apenas aguardam na fila por uma vaga nos atendimentos da instituição, que oferece gratuitamente serviços de fisioterapia, fonoaudiologia, educação especial, ensino de comunicação alternativa, dentre outros, para pessoas surdocegas e com múltiplas deficiências. "Encaminhamos esses avaliados para o poder público, mas sabemos que não há como eles absorverem todos e muito menos garantir o tratamento espe´cifico que o tipo de deficiência exige", explica Alessandra dos Reis, assistente social do Instituto Bruno. "Muitos deles vêm de outros locais onde não possuem o atendimento específico para a sua deficiêcia, pois o Instituto Bruno é a única entidade que atende a eles em MG", conclui.

Caso tenha alguma informação sobre um imóvel ou um terreno a ser cedido entre em contato com a entidade pelo telefone: 2102-4300. Para doações, autorize o débito automático ou Deposite: Caixa Econômica Federal - Ag: 3065 - Conta Poupança: 1338-7. Conheça mais sobre o trabalho desenvolvido pelo Instituto Bruno em :
www.institutobruno.org.br.


É de suma importância que divulguemos esta necessidade em busca de doações em dinheiro ou do próprio imóvel ou terreno. Entre em contato conosco para mais informações. Obrigada!
Mahina Fava
Jornalista responsável voluntária
MTB 13040

Instituto Bruno de apoio a pessoas surdocegas e com múltiplas paralisias
Tel: (32) 2102-4300 Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora -
institutobrunocomunica@yahoo.com.br

Visite!
www.institutobruno.org.br

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Liga Solidaria faz manifesto sobre abuso infanto-juvenil

A Liga Solidária lembra no dia 18 de maio, segunda-feira, o dia nacional do combate ao abuso e exploração infanto-juvenil , ao realizar um ato de manifesto às situações de violência a partir das 14:00 horas no Complexo Educacional Educandário Dom Duarte.

De acordo com o Relatório Anual da Liga Solidária, publicado neste mês, o abuso sexual dentro da família aparece com uma porcentagem pequena de 2,86%, mas a organização alerta que nesses casos há o chamado "pacto de silêncio" onde a maioria das agressões não são registradas. A maioria dos casos de violência que chagam ao Pólo (34%) vem do desemprego, falta de moradia, entre outros problemas que afetam a estrutura familiar. Depois, com 15,71%, aparecem os casos que a agressão vem de um histórico de violência, ou seja, já é um padrão familiar. Logo em seguida são os casos de negligência e abandono, 14,29%.

O Pólo desenvolve um trabalho de proteção e também de esclarecimento com as crianças e a família. Uma das ações é o Cultura da Paz. Este é para as crianças que, por meio de atividades lúdicas, também faz um trabalho de prevenção à violência. O programa também está focado na capacitação de profissionais para que eles estejam preparados para perceber os sinais da violência quando ela não é denunciada. Este é outro ponto importante já que além do Pólo, a Liga Solidária tem outros programas sociais e atende uma grande demanda.

Anote:
Data: 18 de maio 2009
Local: Complexo Educacional Educandário Dom Duarte Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, 5985 Jd. Educandário
Horário: 14:00 às 16:00

quarta-feira, 22 de abril de 2009

No dia do planeta, conheça a Carta da Terra

Hoje, dia 22 de abril, comemora-se o Dia da Terra, criado na década de 1970. Portanto, nada melhor que aproveitar a oportunidade para conhecer a Carta da Terra, documento que demorou quase uma década para ser concluído, após discussões entre autoridades governamentais e, principalmente, aquelas preocupadas com meio ambiente, ética, direitos humanos. O esforço para se chegar à Carta da Terra foi coordenado pela Cruz Verde Internacional, na figura de seu presidente Mikail Gorbachev, ex-presidente da Rússia e responsável pela Perestroika que conduziu a antiga União Soviética à abertura de mercado e liberdades civis.
clique no site: www.cartadaterrabrasil.org.
Ali você saberá mais como pode participar deste movimento global pela Terra, de forma simples. Afinal, é o mínimo que podemos fazer por quem nos abriga sem pedir nada em troca, não?

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Qual a atitude para ser cidadão de primeiro mundo?

O que falta para um cidadão ser de primeiro mundo? Não basta sentir-se como tal, nem ter uma história formada por séculos de batalhas, nem ter monumentos preservados e visitados, gerando divisas via turismo para as cidades e comunidades deste país.
Acredito que para um cidadão sentir-se como integrante de primeiro mundo, ele precisa ter atitude de primeiro mundo. Precisa reclamar quando julgar que está sendo lesado, seja de um produto em um supermercado seja de um serviço público.
Ele deve ter recebido educação, tanto em sua casa por meio da transmissão de valores éticos quanto na escola, onde pode cursar até determinado grau e ter condições de ter uma profissão. Não, ele não precisa ser universitário nem ser doutor. Apenas precisa ter condições de viver dignamente, ter consciência que não está sozinho e, desta forma, ajudar a comunidade em que vive de forma natural e espontânea (lembra dos valores transmitidos em casa quando era criança?).
O país em que vivemos pode ainda não estar no primeiro mundo de forma total. Mas nós podemos nos sentir como cidadãos de primeiro mundo, ao fazer algo por nós e pelo próximo, que está em nossa comunidade e que não recebeu tanto quanto nós durante a vida.
Acredito que se cada um de nós nos tivermos orgulho de sermos brasileiros, com consciência dos erros da nossa história mas com orgulho dos que dela participaram e se dedicaram ao país, podemos, sim, iniciar uma jornada para nos sentirmos cidadãos de primeiro mundo. Falta muito para termos índices como uma Dinamarca ou até mesmo como uma Espanha? Claro! Mas, se não começarmos por nós mesmos, quem começará? Este papel cabe a cada um de nós. Isto é o exercício de cidadania.
Maria Helena Miessva

segunda-feira, 13 de abril de 2009

quarta-feira, 8 de abril de 2009

ACACCI, vital para o combate ao câncer infantil no Espírito Santo


A ACACCI é a Associação Capixaba de Combate ao Câncer Infantil — Acacci, ONG que trabalha no Espírito Santo para melhorar a qualidade de vida de todos os afetados pelo câncer infantil. Fundada há mais de 20 anos, a instituição se mantém com doações em dinheiro, produtos ou serviços, vindos dos Governos em suas instâncias municipal, estadual ou federal, empresas públicas e privadas, associações da sociedade civil e de pessoas físicas.

Administrada por uma Diretoria e um Conselho Fiscal de voluntários, tem ampliado a gama de serviços de acolhimento oferecidos às crianças e aos adolescentes assim como aos familiares que os acompanham durante a longa jornada. Eles recebem passagens para se deslocar de suas cidades de origem ou retornar a elas e hospedagem e alimentação no Núcleo de Apoio enquanto permanecerem em Vitória, e mais vales-transporte, medicamentos, roupas e ajuda de custo. E o que não é menos importante: assistência psicológica, participação em atividades para minimizar o impacto emocional provocado tanto pela enfermidade quanto o seu combate e programas de manutenção do rendimento escolar.


Como começou - Tudo começou em 1986, quando o Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória, iniciou os trabalhos do Setor de Oncologia, atendendo pacientes de todo o Estado do Espírito Santo e dos Municípios limítrofes da Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro. As dificuldades enfrentadas para uma boa qualidade no atendimento foram logo percebidas tanto pelos profissionais quanto pelos pacientes. Os leitos permaneciam ocupados em demasia, porque muitas famílias, por questões econômicas, não tinham como retirar dali os filhos em tratamento — e, quando o faziam, isso gerava o abandono do processo de tratamento. Isto levou a que pais de crianças com câncer, médicos e outros profissionais envolvidos, além de membros da sociedade em geral, se organizassem com o propósito de pelo menos minimizar os problemas que se acumulavam. Assim, a partir de soluções testadas em outras regiões do País, e até no exterior, focaram o movimento na busca por um ambulatório voltado para o câncer infantil e na adaptação de uma enfermaria que se destacasse por dispor de mais conforto. Porém, as primeiras vitórias logo mostraram que ainda faltava muito para se conseguir a garantia de maior eficácia no combate à doença e, ao mesmo tempo, reduzir ou eliminar a vulnerabilidade social dos responsáveis durante este período. Precisavam de uma estrutura que pudesse ampliar a assistência e o apoio aos mais pobres, de forma que, além de manter o paciente, permitisse que os parentes tivessem condições de acompanhar todo o caminhar em busca da cura. Nascia então a ACACCI.


Conheça mais a instituição acessando o site http://www.acacci.org.br/.



Conexão e Visa Vale lançam edição 2009 de Eu aprendo, eu ensino

A instituição Conexão e a Visa Vale lançam a edição 2009 do Programa Eu aprendo, eu ensino. Para apresentar os resultados das edições anteriores do programa, o modelo atual e suas perspectivas, será oferecido um café da manhã para a imprensa no dia 15 de abril.

O programa Eu aprendo, eu ensino leva às escolas a oportunidade de contribuir ainda mais para a formação cidadã de seus alunos e para o fortalecimento dos vínculos comunitários, tendo como tema central o combate a fome e a miséria. Com o apoio da ONU, por meio do Programa de Voluntários das Nações Unidas – VNU, ao participar, cada escola estará engajada no movimento mundial de melhoria das condições de vida de nossa população, por meio da difusão dos Oito Objetivos do Milênio.

Os dados do evento para a Imprensa:
Local - Avenida General Teixeira Lott, 1121 – Vila Martins
Horário - Das 9 às 11 horas
Favor confirmar sua presença pelo telefone 4164-4295 ou e-mail conexão@conexao.org.br

segunda-feira, 6 de abril de 2009

AVAPE ajuda ONGS com apoio do BID

A AVAPE abre para as ONGs. que atendem pessoas com deficiência e estejam interessadas em atuar ou ampliar os seus serviços prestados um programa de Cooperação Técnica Internacional desenvolvido por meio da parceria estabelecida entre a instituição e BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento e Fundo Multilateral de Investimentos (FUMIN).“Esse programa inclui ações empreendedoras e metas arrojadas que irão prover oportunidades para o mundo do trabalho para milhares de pessoas com deficiência no Brasil, por meio da atuação de organizações que farão parte da Rede Social AVAPE”, afirma Mariana Lorca, responsável pela área de Relações Internacionais e Projetos da AVAPE.

A Rede AVAPE é um projeto de expansão que visa à multiplicação da marca e metodologia consolidada dos programas AVAPE na área da reabilitação, capacitação e inclusão de pessoas com deficiência, baseado em um modelo de gestão similar ao de franquia social. Instituições provenientes de qualquer região do país poderão se licenciar para atuar nesse segmento.

As organizações selecionadas para fazer parte da Rede se beneficiarão do apoio do projeto em parceria com o BID, e receberão treinamentos especializados para a gestão e para a implantação dos processos e padrões adotados pelos programas. “Nosso objetivo é promover as competências de pessoas com deficiência, levando a outras regiões todo o conhecimento adquirido ao longo de 26 anos de história”, explica Mariana. O projeto foi idealizado pela AVAPE a partir da constatação da necessidade de programas especializados para atender a pessoa com deficiência em outras partes do Brasil, além das empresas que necessitam cumprir a Lei de Cotas.
Com 26 anos de atuação, a AVAPE (Associação para Valorização e Promoção de Excepcionais) é uma instituição filantrópica beneficente de assistência social, que tem como missão promover as competências de pessoas com deficiência. Fundada em 1982, a entidade é considerada modelo de gestão e foi a primeira em sua área a receber a certificação ISO 9001.A AVAPE é reconhecida pelo trabalho de prevenção, diagnóstico, reabilitação clínica e profissional, qualificação e colocação profissional, programas comunitários e capacitação em gestão para organizações sociais. Oferece atendimento a pessoas com todos os tipos de deficiência, do recém nascido ao idoso. Desde o seu início, já realizou mais de 18 milhões de atendimentos gratuitos e inseriu 10 mil pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Na busca de parâmetros internacionais, mantém parcerias e termos de cooperação técnica com diversas organizações do mundo.
Saiba mais: www.avape.org.br

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Cidade dos Meninos celebra 53 anos com exposição

A Cidade dos Meninos, de Campinas, vai celebrar seus 53 anos com a exposição “Inocência Infantil”, realizada com a artista plástica Simone Thibes. Essa exposição retrata o universo infantil dentro de um contexto em que as pessoas se esquecem de que é na infância que o ser humano vivencia as experiências fundamentais que levará para toda a sua vida adulta.

Enquanto nas classes sociais mais baixas muitas crianças vivem nas ruas e acabam se tornando responsáveis pela própria sobrevivência, nas classes mais altas existe a ilusão de que a abundância material pode suprir a carência emocional. A sensação de abandono acaba sendo a mesma em ambos os casos. Desta forma, a intenção da mostra é contribuir para elevar o nível de consciência do público, levando uma mensagem de reflexão sobre o que está sendo feito para alterar esse cenário.

Cidade dos Meninos - A Cidade dos Meninos tem o objetivo de resgatar e cuidar de crianças e adolescentes que viviam em situação de risco, seja por negligência familiar, abandono ou violência, oferecendo-lhes a oportunidade de conquistar um futuro digno e produtivo. Hoje, a entidade abriga em suas casas-lares 190 meninos e meninas entre sete e dezoito anos. Além do ensino acadêmico, moradia, alimentação e cuidados médicos e odontológicos, a Cidade dos Meninos oferece a seus alunos nove cursos profissionalizantes e encaminhamento ao mercado de trabalho.


A artista Simone Thibes - Artista plástica premiada e titular da marca “Cacá e Cia”, atua também como ilustradora, cenógrafa e arte-educadora, tendo trabalhos no Brasil e exterior. É formada em Artes Plásticas pela Pucc (1992) e em 2003 recebeu a medalha Carlos Gomes pelos serviços prestados no campo artístico de Campinas. Simone Thibes doou as obras da série “Inocência Infantil” para a Cidade dos Meninos.


Serviço:
Abertura: 07 de abril de 2009, às 20h
Local: Plenário da Câmara Municipal de Campinas
Av. Engenheiro Roberto Mange, 66 – Ponte Preta
* A exposição estará aberta para visitação até dia 17 de abril
Informações para Imprensa:
Auina Gebara
Comunicação Cidade dos Meninos
(19) 3201-3020
(19) 9198-0969
www.cidadedosmeninos-sp.org.br

sexta-feira, 20 de março de 2009

Conheça o trabalho do CCDIA, do Rio de Janeiro

O CCDIA é uma organização de utilidade pública federal que atua com crianças e adolescentes de Niterói, com o apoio de empreendedores sociais (pessoas físicas), sem apoio de instituições governamentais.
O CCDIA busca prevenir o abandono escolar pelas crianças de baixa renda de várias favelas de Niterói e Duque de Caxias, a saber: Favela do Sabão, Aterrado São Lourenço, Morro do Estado, Favela do Cavalão, Centenário, dentre outras. Através de aulas de reforço, as crianças são acompanhadas diariamente em suas tarefas escolares, num horário alternativo ao seu horário na escola pública, para evitar a repetência e a evasão escolar.
Surgido em 1986 por iniciativa do dr. Altair Souza de Assis, físico de origem humilde mas que conquistou destacada posição acadêmica nacional e internacional, quando ele passou a ter contato com crianças e adolescentes que perambulavam pelas ruas de Niterói. Em 1989, após levantamento estatístico realizado pelo Programa Oficina do Saber, da UFF, identificando que aquelas crianças eram originárias de favelas das cidades vizinhas, ele decidiu adotar uma estratégia de caráter preventivo à criança de rua. Para isso, inaugurou o primeiro CCDIA, em São Gonçalo, RJ.
Outras iniciativas - Além do reforço escolar, outras atividades acontecem simultaneamente em horários diversos no CCDIA:
1. Cursos de Informática para crianças e adolescentes com aulas de Windows, Word, Corel draw, Excel e Internet;
2. Oficinas de leitura para aprendizado de Português e Alfabetização;
3. Oficinas de matérias com tutores voluntários da UFF (programa de Tutoria Escolar com todas as disciplinas do ensino fundamental);
4. As crianças recebem aulas de inglês, música, artes, cidadania, ética, educação religiosa e ainda participam de festas e diversas atividades extras que acontecem a cada semestre;
Conheça mais sobre o trabalho do CCDIA, em seu site: www.ccdia.org
Contatos e informações sobre apadrinhamento de crianças com:
Fábio Pontes
Gerente
(21) 2620-5189 e 9279-9777

quarta-feira, 11 de março de 2009

Instituto Bruno e os objetivos do milênio

Você conhece os objetivos do milênio?
Juiz de Fora é atuante na luta pela realização desses objetivos. E você, já fez a sua parte?

Em 2000, a ONU estabeleceu os oito objetivos do milênio, ocasião em que seus 191 países membros firmaram o compromisso na sede em Nova York de atingi-los até 2015, assinando a Declaração do Milênio. A decisão visa mobilizar a sociedade em torno de temas nobres como o fim da miséria e a democratização da educação. Com os objetivos definidos, foram criadas metas para avaliar o desempenho, o que pode ser acompanhado pelo site www.pnud.org.br.

Estes são os objetivos do milênio: 1. Acabar com a fome e a miséria; 2. Educação básica de qualidade para todos; 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher; 4.. Reduzir a mortalidade infantil ; 5. Melhorar a saúde das gestantes; 6. Combater a Aids, a malária e outras doenças ; 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente e 8. Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento .

A responsabilidade do Instituto Bruno

Apesar da inclusão da pessoa com deficiência não estar entre os objetivos estabelecidos pela ONU, acreditamos que indiretamente esteja, pois o trabalho que é realizado com estas pessoas envolve cuidados com a alimentação, estímulo à educação, controle de doenças, proporcionar qualidade de vida e a participação de todos neste esforço contínuo. Assim, abaixo estão relacionados os trabalhos feitos pelo Instituto Bruno com os objetivos do milênio.

1. Acabar com a fome e a miséria - Há um projeto de apoio financeiro e alimentar às famílias que se encontram em situação vulnerável, o que inclui o fornecimento de cestas básicas, roupas e fraldas descartáveis para as famílias. São realizadas reuniões com as mães e/ou responsáveis para orientar sobre a alimentação e palestras com nutricionistas.

2. Educação básica de qualidade para todos - O projeto de integração na escola formal faz com que crianças e adolescentes com múltiplas deficiências sensoriais, motoras e surdocegas desenvolvam atividades pedagógicas que contribuem para a aprendizagem e promovem o desenvolvimento nas áreas cognitiva, afetiva, comunicação alternativa, habilidades e competências, orientação e mobilidade, além de promover a inserção e inclusão no ensino formal. É feito um encaminhamento através do contato com a equipe escolar, além de orientação dos pais dos alunos no entendimento da importância da freqüência escolar. O Instituto oferece uma oportunidade de vivência e aprendizagem escolar para os atendidos que não estão freqüentando a escola formal, por ainda não serem incluídos e também porque as unidades escolares não possuem estrutura física e pedagógica para acolher, principalmente aqueles com deficiência múltipla e surdocegueira. O Instituto Bruno trabalha com os jovens sobre a educação profissional, assim como a auto sustentação. Oferece também cursos com a proposta de geração de renda.

3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher - Através do Projeto Escola de Pais, nos encontros mensais, busca esclarecer os pais e responsáveis de atendidos sobre assuntos gerais. A valorização da mulher é um tema recorrente, uma vez que é percebido ser ela, na maioria das vezes, a responsável pela criança com deficiência. Além disso, cursos são oferecidos especificamente a elas (artesanato, papelaria, costura, depilação) para que possam se sentir independentes e capazes na geração da renda familiar.

4. Reduzir a mortalidade infantil e 5. Melhorar a saúde das gestantes 6. Combater a Aids, a malária e outras doenças - O Instituto Bruno participa regularmente de congressos, simpósios e encontros em que esses temas são discutidos. Assim, a equipe se mantém atualizada e capacitada a distribuir essas informações aos pais e responsáveis de pessoas com deficiência. A comunidade é mobilizada por meio de informativos, palestras, reuniões sobre a importância das principais vacinas (como a de combate à rubéola e paralisia infantil), em parceria com outros órgãos de saúde e escolas. São dadas orientações a respeito dos cuidados caso as mães de um filho com deficiência venham a ter um segundo filho e também sobre os direitos e deveres das crianças e dos adolescentes no que diz respeito ao atendimento na área de saúde. O Instituto Bruno desenvolve ainda a integração com órgãos de saúde para encaminhamentos diversos em consultas, exames laboratoriais, cirurgias. Na sede, são realizados atendimentos em fisioterapia, fonoaudiologia, acompanhamento físico e lógico, integração sensorial, comunicação alternativa, estimulação visual. Isso é oferecido a todos os atendidos, após avaliação, gratuitamente. Aparelhos ortopédicos, locomotores, entre outros, são doados aos atendidos através de recursos da Instituição.

7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente - O projeto Cultura e Lazer atende a crianças e adolescentes, famílias, voluntários, colaboradores e a equipe do Instituto, que participam de atividades culturais e de lazer oferecidas pela comunidade e pelo Instituto, passeios e excursões em áreas verdes. E ainda: musicoterapia, dança, comemorações de datas festivas como: festa junina, dia das mães, das crianças e outras. A Oficina de Papelaria produz cadernos, cestos, porta lápis, entre outros, produzidos por atendidos, voluntários e pais de atendidos.

8. Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento - A área de captação de recursos do Instituto Bruno é composta por várias atividades e reúne exemplos de como pode ser simples começar a trabalhar pelo desenvolvimento. Uma delas é a equipe de telemarketing. Este serviço busca a adesão de pessoas da comunidade (físicas e jurídicas) como doadores de recursos financeiros e materiais. O que é arrecadado em espécie é empregado diretamente em despesas de custeio e manutenção do Instituto. Os materiais (roupas, utensílios em geral, brinquedos, etc) são comercializados em bazares. Outra atividade que integra a área de captação de recursos são os eventos. Há a participação de toda a equipe e voluntários, além de pais e responsáveis de atendidos, que atuam na divulgação do Instituto Bruno e na obtenção de recursos. O Instituto Bruno possui hoje mais de 40 voluntários atuantes. Eles participam de diferentes formas. Alguns participam em eventos, auxiliando na execução ou no contato com novos parceiros, e outros estão ativos durante o dia a dia da instituição, acompanhando os atendidos. Outros ainda podem estar fora do Instituto, mas sempre entram em contato quando vêem uma oportunidade para que possamos participar e divulgar o nosso trabalho.

A responsabilidade de todos nós
Em Juiz de Fora percebemos que todas as instituições enquadram-se em mais de um objetivo. São inúmeras as maneiras de você ajudar essas instituições e assim colaborar para que os objetivos do milênio se concretizem daqui a seis anos. É exatamente o que o oitavo objetivo diz: Todo mundo trabalhando pela desenvolvimento. Abaixo, alguns exemplos.

1. Acabar com a fome e a miséria - Sopa dos pobres, Aldeia SOS, LBV Legiao Brasileira Da Boa Vontade

2. Educação básica de qualidade para todos - Lar Luiza de Marilac, Instituto Maria

3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher - Maria, Maria, mulheres em movimento

4. Reduzir a mortalidade infantil - Instituto Maria

5. Melhorar a saúde das gestantes - Hospital Universitário, Projeto Viva Vida

6. Combater a Aids, a malária e outras doenças - Gedae, Grupo Casa

7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente - Associação pelo Meio Ambiente de Juiz de Fora AMA- JF

8. Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento - Voluntariado em todas as instituições; o cidadão atento ao seu bairro e à realidade ao seu redor.

Colaboração - Mahina Fava Jornalista, responsável voluntária do Instituto Bruno de apoio a pessoas surdocegas e com múltiplas paralisias
Tel: (32) 2102-4300 Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora - institutobrunocomunica@yahoo.com.br

Visite! www.institutobruno.org.br

segunda-feira, 2 de março de 2009

Bom Parto oferece curso gratuito em Agropecuária

O Centro Educacional Comunitário Tabor está com as últimas inscrições abertas para o Curso de Capacitação Profissional em Agropecuária, com duração de um ano e certificado pela Prefeitura Municipal de São Paulo. As vagas estão disponíveis para jovens com idades entre 15 a 29 anos, nas turmas da manhã, das 7h às 12h, e da tarde das 12h às 17h. No curso, o aluno irá adquirir conhecimentos básicos em cultivo de plantas medicinais, cultivos de hortas frutíferas, pomar, jardinagem, cultivo protegido de estufas, criação de pequenos e médios animais, hidroponia, entre outras atividades, além de contribuir para a sua formação integral.
Após realizar o curso de capacitação profissional em Agropecuária, o aluno também poderá realizar mais seis meses de especialização para o curso Técnico Agropecuário, certificado pela Secretaria Estadual da Educação, com direito a diploma e registro no CREA- SP - Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo.
Inscrições:
Centro Educacional Comunitário Tabor
Tel.: 2731-2119 / 2736-9394
Endereço: Estrada da Colônia, 120/122 – Jardim São Gonçalo
Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h
Investimento: Gratuito

Sobre o Centro Social N. Sra. do Bom Parto:
Com o objetivo de preparar os jovens para ingressarem no mundo do trabalho, o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto - Bompar – em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo, promove iniciativas que visam estimular as atividades voltadas para o empreendedorismo, comunicação, trabalho em equipe e criatividade. A entidade desenvolve atualmente, uma proposta sócio educativa a 7600 crianças, adolescentes e jovens e a 450 adultos em situação de rua na Zona Leste de São Paulo.



Mais informações:

Raquel Rieckmann TraldiJornalista Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto(11) 2696-3200www.acolhe.org.br

Católicos e judeus se unem em parceria inédita

Tempos difíceis como os de agora – em que as mazelas da economia global arrancam investimentos de projetos sociais – exigem cada vez mais iniciativas de grande criatividade na busca de recursos para que organizações sociais sem fins lucrativos consigam manter suas fontes de receitas e o andamento de seus programas de captação. Foi nessa busca criativa que a católica Liga Solidária e a judaica Unibes (União Brasileiro-Israelita do Bem-Estar Social) firmaram parceria inédita para promover a pré-estreia do musical A Noviça Rebelde, no dia de 18 de março, no Teatro Alfa, em São Paulo. Toda a renda será revertida para os projetos sociais de ambas, atendendo diretamente mais de 10.400 pessoas.
“Buscamos ser criativos para manter nossos projetos; historicamente, as doações tendem a diminuir em crises”, afirma Carola Matarazzo, vice-presidente da Liga Solidária, entidade de 85 anos, antes conhecida como Liga das Senhoras Católicas. “A ação social independe de qualquer religião. Nos dias de hoje, é fundamental mostrar ao mundo que é possível respeitar as diferenças e se unir em busca de um bem maior", argumenta Célia Kochen Parnes, vice-presidente da Unibes, instituição com 93 anos de existência.
Em épocas de crise, lembra Carola, as entidades de cunho social sentem nas duas pontas econômicas. Isso porque, ao mesmo tempo em que mínguam os recursos de doações e projetos específicos, aumentam sobremaneira a demanda e carências da população atendida. A Liga Solidária, por exemplo, trabalha com a previsão de reduzir aproximadamente 6% seus investimentos para este ano em comparação a 2008, de acordo com o superintendente da entidade, Alvino de Souza e Silva. De acordo com ele, a Liga investiu R$ 10 milhões em 2008 e R$ 7,28 milhões em 2007.
Especialistas do Terceiro Setor reforçam a importância da criatividade, lembrando que 68% dos recursos movimentados no Brasil por essas organizações são gerados por iniciativas próprias das entidades. Por isso, em épocas de crise econômica, o terceiro setor brasileiro sofre, mas menos do que o dos países desenvolvidos, nos quais a transferência dos governos para as entidades chega a 80%.
"De alguma forma, contudo, as organizações sentirão maior dificuldade para manter seus orçamentos e devem, portanto, estar preparadas para administrar as variáveis deste novo cenário econômico", afirma Luiz Carlos Merege, professor e doutor da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). Segundo Merege, a crise é um alerta para as ONGs reforçarem os processos de profissionalização, de criatividade e de gerenciamento empresarial nas entidades. “A Liga Solidária e a Unibes podem representar comunidades diferentes, mas têm o mesmo objetivo e valores. Essa parceria é diferente entre as comunidades, uma excelente idéia para os tempos atuais”, opina o especialista.
A Noviça Rebelde
O espetáculo A Noviça Rebelde, com direção geral de Charles Möeller e direção musical e roteiro de Cláudio Botelho, será protagonizado por Kiara Sasso (A Bela e a Fera e O Fantasma da Ópera) e Saulo Vasconcelos (Les Miserables e O Fantasma da Ópera). A temporada regular terá início em 20 de março, também no Teatro Alfa.
SERVIÇO PRÉ-ESTREIA
Ingressos e informações: 3873-2911 (r.07) ou 3311-7300 (r. 260).
Ou nos endereços:
- Liga Solidária - Rua Capote Valente, 1332
- Unibes - Rua Rodolfo Miranda, 287/293

Forma de pagamento:
Cartões Visa, cheque ou dinheiro - em caso de entrega em domicílio, será cobrada taxa de R$ 10.
Preços: R$ 60 (platéia superior)
R$ 120 (setor 1 - laterais)
R$ 160 (platéia - centro)
R$ 200 (área VIP)
Teatro Alfa - Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro - Telefone: 5693-4000

Informação para a imprensa da Pré-estreia:
S/A Comunicação
Jornalista: Carol Knoploch
(11) 5102-3335

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Alianca Empreendedora abre inscrições em Curitiba

A Aliança Empreendedora, organização social que atua com projetos deincentivo e apoio ao empreendedorismo, abre processo de seleção paraapoio a novos grupos de geração de renda de comunidades carentes deCuritiba e Região Metropolitana. As inscrições podem ser realizadasaté o dia 6 de março, mediante entrevista na sede da organização. Osinteressados devem entrar em contato por telefone (3013-2409) paraagendar a entrevista.
Caroline Maria Appel
Assessora de grupos
Aliança Empreendedora
Rua Ébano Pereira 44, cj 1004, CEP 80410-240, Centro - Curitiba - PR
(41) 3013-2409 / (41) 9647-5152 / (41) 8415-8687
Site: www.aliancaempreendedora.org.br /
Blog: http://www.blogae.org.br/
Blog Sou Solidarium: www.solidarium.com.br

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Bom Parto recebe visita do Mackenzie

Os alunos do quinto ano do curso de Psicologia da Universidade Mackenzie visitaram em fevereiro o Bompar e conheceram o trabalho desenvolvido que complementará as atividades de estágio obrigatório, que serão praticadas pelos estudantes em algumas unidades da organização, durante o ano. Cada grupo de alunos desenvolverá projetos com a comunidade sobre a geração de renda e o mercado de trabalho, além de levantar dados institucionais para a realização de um plano de intervenção com as crianças e adolescentes atendidos por alguns núcleos.

Raquel Rieckmann Traldi
Jornalista
Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto
(11) 2696-3200
www.acolhe.org.br

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Itajai - SC - Dom Bosco promove esporte nas férias

Desde janeiro, o Parque Dom Bosco abriu as portas e os profissionais da instituição se dedicaram exclusivamente para atividades de esporte e lazer para o Programa Segundo Tempo, que segue até maio, em Itajaí (SC). A programação, com um lanche, ocorre das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, na instituição de Itajaí. A iniciativa é desenvolvida em parceria desde 2006 com o Ministério do Esporte, Secretaria Nacional de Esporte Educacional e Conferência das Inspetorias Salesiana de Dom Bosco no Brasil, a Cisbrasil e beneficia 500 alunos por ano.

São desenvolvidas atividades recreativas, rítmicas, desportivas, com a utilização da sala de jogos, quadras de tênis, vôlei, poli-esportiva. Os participantes aprendem a história e as regras de diversas modalidades esportivas nas escolinhas de Voleibol, Handball, Basquetebol, Futsal e Tênis.

Os públicos deste programa são crianças, adolescentes e jovens matriculados no ensino fundamental e médio das escolas públicas que se encontram em áreas de alto risco social. Para o estudante Rodrigo Mendes, que é um dos monitores do programa, esta ação contribui com os pais que também trabalham nesta época do ano e deixam os filhos sozinhos em casa. “Esse programa já se tornou indispensável, pois retiramos as crianças das ruas e da ociosidade, oferecendo momentos de lazer e entretenimento”, declara.

Informações adicionais:
Carlota de Oliveira Medeiros – Jornalista Responsável – Registro SC 02593 - JP
Setor de Comunicação, Eventos e Captação de Recursos - Parque Dom Bosco
tel.: (47) 3344-9102 (47) 9914-9548 e-mail carlota@parquedombosco.org.br

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Conheça o Asilo João Kuhl

Na cidade paulista de Limeira, tem uma instituição que surgiu da vontade uma pessoa em auxiliar aqueles que via nas ruas, vivendo de caridade. É o Asilo João Kühl Filho, entidade filantrópica de Limeira, que existe desde 1917 criado com o nome de Asilo de Mendicidade de Limeira. O seu fundador, João Kühl Filho, acolhia as pessoas sem qualquer distinção, em uma área própria, adquirida para este fim.
A primeira casa tinha área reservada à sua própria família, que administrava a instituição, e instalações adequadas contando ainda com um pavilhão com 40 quartos individuais para receber os primeiros idosos. Após a morte do fundador, a família passou a coordenação para a entidade Confraria da Boa Morte e Assumpção. Em 2002, a Confraria se retirou, entregando a administração aos associados, cujo número é expressivo, mas ainda insuficiente para atender a todas as necessidades. Hoje o idoso custa, descontadas todas as doações, R$ 420,00 por mês.
Para manter o padrão de serviços prestados, a entidade conta com recursos recebidos dos associados, e de outras fontes, como aluguéis, aplicação financeira, bazar beneficente, rifas, etc. Os associados têm se manifestado, publicamente, satisfeitos com o trabalho realizado em seu benefício. A imprensa local frequentemente divulga as iniciativas da entidade e informando a população da da cidade sobre as necessidades do Asilo.
Ali, o ido encontra um espaço com inúmeras atividades que aumentam sua autoestima e despertam seu bom humor como passeios, bailes, festa dos aniversariantes, almoços em datas festivas oferecidos por voluntários ou clubes de serviços, etc. O quadro de pessoal da instiuição é formado por 26 profissionais, e a instituição está pronta para crescer, pois a procura por vagas é grande, apesar da falta de recursos.
Conheça mais. Acesse: www.asilojoaokhul.org.br.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Bom Parto abre vagas para voluntários

Doe seu tempo, potencial e talento para melhorar a qualidade de vida no atendimento de nossas crianças, adolescentes, jovens, pessoas em situação de rua e idosos! Venha ser um voluntário da Rede Voluntária SOMAR do Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto – Bompar. A rede conta atualmente, com a participação ativa de 250 voluntários que trazem o diferencial de seu afeto e habilidade ao nosso trabalho, atuando nas mais diversas áreas como oficinas de dança, música, artes, recreação, reforço escolar, informática e outros.

Os interessados podem entrar em contato através do telefone 11 2696-3213 ou pelo e-mail redevolsomar@acolhe.org.br. Falar com Luciana.

O Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto desenvolve uma proposta sócio educativa a 7600 crianças, adolescentes e jovens, 450 adultos em situação de rua e 200 idosos na Zona Leste de São Paulo.

Maiores informações:

Raquel Rieckmann TraldiJornalista Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto(11) 2696-3200www.acolhe.org.br

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

SP - Bom Parto abre inscrições para Curso de Adm. - Enfase em Informatica

O Centro Educacional Comunitário São Paulo Apóstolo está com inscrições abertas para o curso gratuito Técnica Administrativa com Ênfase em Informática, certificado pelo SENAI Humberto Reis Costa da Vila Alpina e com duração de um ano. As vagas estão disponíveis para jovens com idades entre 15 a 18 anos, nas turmas da manhã, das 8h às 12h, e da tarde das 13h às 17h. No curso, o aluno irá adquirir conhecimentos básicos em informática, por meio de atividades de elaboração de textos, cartas, planilhas eletrônicas, bancos de dados, apresentações gráficas e outros, além de contribuir para a sua formação integral.

Inscrições:
Centro Educacional Comunitário São Paulo Apóstolo
Tel.: 11 2721-2318
Endereço: Rua Sargento Noel de Camargo, 816 – Jardim IV Centenário
Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
Investimento: Gratuito

Com o objetivo de preparar os jovens para ingressarem no mundo do trabalho, o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto - Bompar – em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo, oferece em algumas de suas unidades, cursos de capacitação profissional que visam estimular as atividades voltadas para o empreendedorismo, comunicação, trabalho em equipe e criatividade. A entidade desenvolve atualmente, uma proposta sócio educativa a 7600 crianças, adolescentes e jovens e a 450 adultos em situação de rua na Zona Leste de São Paulo.