quinta-feira, 28 de agosto de 2008

IFCC celebra 15 anos de cromoterapia em Guarulhos

O IFCC – Instituto Fraternal de Cromoterapia Dr. Castilho, celebra 15 anos de fundação no dia 29 de agosto com a apresentação do cantor lírico Allan Viches. A instituição é voltada para vivência em cromoterapia nas áreas da saúde, apoio social e educacional e conta com uma equipe de voluntários capacitados, no atendimento à comunidade de Guarulhos.

Todo atendimento ao público está concentrado nas quartas-feiras no horário das 19h30 às 22h00. Após avaliação energética holística, as pessoas são encaminhadas para aplicação cromoterápica gratuita as quartas-feiras ou nos sábados. Periodicamente são realizadas palestras e cursos voltados a melhoria da qualidade de vida.

Pela internet também é feito um atendimento cromoterápico. Para saber mais, clique em www.ifcc.com.br. Com um fácil menu, o internauta tem acesso às orientações básicas e receber orientação especializada via email para fazer o tratamento à distância.
Clique e conheça esta instituição e saiba como as cores podem ajudar.

Aconchego promove ampla adoção

O Projeto Aconchego, do Distrito Federal (DF), em seus 11 anos, já prestou assistência a milhares de crianças e centenas de pais candidatos à adoção. A instituição surgiu da sensibilização de pais e mães com a triste situação das crianças e adolescentes abrigados no Distrito Federal e do forte desejo de encontrar uma família aconchegante para cada um deles, através da adoção legal e do apadrinhamento afetivo. Atualmente existem cerca de 850 crianças nos abrigos oficiais do DF e outras 2400 em entidades informais, dos quais somente cerca de 190 estão aptas à adoção. Por outro lado, há cerca de 400 candidatos na lista de espera por seus perfis próprios. Considerando o país, são cerca de 80 mil abrigados e outros 500 mil adotantes.
Entre os projetos desenvolvidos pela instituição, o “Pré-Adoção” é voltado a preparar as pessoas para a adoção legal em um espaço de aprendizagem, reflexão e suporte técnico. Outro projeto que também vale destaque é o “Irmão mais velho”, que aproxima estudantes do ensino fundamental e médio de escolas particulares às crianças e adolescentes abrigados no DF, esclarecendo e diminuindo o preconceito. São encontros, palestras e visitas, colocando os jovens em contato com a realidade dos abrigos do DF. Nas visitas supervisionadas, existe uma rotina de apoio às tarefas escolares aos abrigados, jogos, leituras conjuntas.
O Projeto Aconchego viabiliza suas atividades através da contribuição de sócios e de centenas de voluntários comprometidos com a sua missão, com rendas provenientes da venda de camisetas, aventais e com a parceria institucional com: Vara da Infância e Juventude do DF, Defensoria Pública, Ministério Público do DF, IBDFAM, UNIP – Universidade Paulista, UCB – Universidade Católica de Brasília, Instituto Berço da Cidadania e Colégio Leonardo Da Vinci.
ATENÇÃO, BRASÍLIA! Nos dias 30 e 31/08/2008 e 06 e 07/09/2008, será realizada a capacitação para o Apadrinhamento Afetivo no auditório da Vara da Infância, 909 Norte às 14:00hs.

Visite o site, conheça o trabalho e participe: www.projetoaconchego.org.br



Cidade dos Meninos ganha mais fôlego

A Cidade dos Meninos, instituição localizada em Campinas (SP), teve três cursos profissionalizantes com recursos financeiros renovados pela Fundação Monsanto. São eles: Preparação de Alimentos, Panificação e Confeitaria e Projeto Agro-ambiental. Vale destacar que a Fundação Monsanto renova esta parceria pelo quinto ano. Com a verba anual de R$ 77.500, cerca de 160 novos alunos serão beneficiados. Além desses três, a Cidade dos Meninos oferece mais sete modalidades de cursos profissionalizantes que, juntos, já inseriram no mercado de trabalho mais de 90% dos meninos e meninas que passaram pelos programas da entidade.
A Cidade dos Meninos – Voltada a resgatar e cuidar de crianças e adolescentes que viviam em situação de risco, seja por negligência familiar, abandono ou violência, oferecendo-lhes a oportunidade de conquistar um futuro digno e produtivo, a entidade abriga em suas casas-lares cerca de 200 meninos e meninas entre oito e dezoito anos. Além de ensino acadêmico, moradia, alimentação e cuidados médicos e odontológicos, a Cidade dos Meninos oferece nove cursos profissionalizantes e encaminhamento ao mercado de trabalho. Desde 1991, mais de 1.500 crianças e adolescentes passaram pelos programas oferecidos pela Cidade dos Meninos. Deles, 95% mantêm contato com a entidade e 90% estão empregados.
Comunicação Cidade dos Meninos - Auina Gebara - (19) 3201-3020 / (19) 9198-0969
e-mail: imprensahope@mpc.com.br

Retiro do Arsenal da Esperança dia 31 de agosto

O Arsenal da Esperança Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida organiza retiro no dia 31 de agosto com a participação do professor de teologia Francisco Catão.

ECP, um espaço precisa de ajuda para crescer

Em Nova Iguaçu (RJ), a ONG ECP – Espaço de Crescimento Psicossocial - presta mensalmente 250 atendimentos de caráter psico-social e socio-ambiental para pessoas em risco social ou pessoal residentes na baixada fluminense, no município de Nova Iguaçu, com foco para o bairro Santa Efigênia. Ali, 15 profissionais atendem crianças, jovens e idosos, destacando que foi estabelecida uma parceria com uma Escola Estadual, escola de ensino fundamental, médio e educação especial, onde os profissionais prestam atendimento psicológico, dão palestras específicas para professores, orientação pedagógica, e ainda atuam na coordenação e contato com pais de alunos.
Segundo a drª Janaína Soares Henrique, fundadora e presidente da ECP, “temos a meta de ampliarmos os serviços prestados à comunidade, tanto no sentido quantitativo quanto qualitativo, além da implantação de novos projetos importantes para a comunidade”. Os atendimentos são feitos em psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia, psicopedagogia e arteterapia, além de assistência social, visando promover e defender os direitos do cidadão. Na ECP também são organizados cursos de capacitação como de idiomas, primeiros socorros, e ministradas palestras, visando a inclusão das pessoas no mercado de trabalho. Na área de educação ambiental, são desenvolvidos programas de reciclagem e oficinas de artesanato com material reciclado especialmente com o público infanto-juvenil.
A ECP, reconhecida como de utilidade pública municipal, não recebe atualmente recursos de instituições públicas ou privadas e para manutenção de suas atividades, busca parcerias e patrocínios com governo, empresas e instituições que estejam dispostas a colaborar com a inclusão dos menos favorecidos na região da baixada fluminense, contribuindo para o crescimento de nossa sociedade.
Atualmente ali se reúnem cerca de 15 empreendedores populares que buscam melhores condições de trabalho e comercialização de seus produtos, com projeto de criação de cooperativa, necessitando adaptação de espaço, matéria prima e colocação no mercado. Alguns desses já passaram pelo processo de incubadora de empreendimentos populares. A ECP fica em Nova Iguaçu e os atendimentos são feitos as quartas e quintas-feiras, de 9:00 às 12:00 horas. Telefone de contato para apoio, parcerias e patrocínios: 21-9674-1451
Email: ongecp@ongecp.org.
Site: www.ongecp.org.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Sinhava Eva, em Minas, precisa apoio para contratar técnico agricola


Os jovens de Piumhi que freqüentam a instituição Sinhava Eva, além de participarem da produção de papel decorado feito a partir da reciclagem de aparas descartadas de gráficas, também têm atividades na horta comunitária Morro do Marruaz. Os adolescentes cuidam da plantação de alface, cebola, quiabo, salsa, couve, mandioca, entre outras. Os produtos da horta servem, principalmente, para reforçar a alimentação servida na associação, e parte da colheita é levada pelos meninos para suas casas. O excedente é destinado à venda, gerando renda que está sendo revertida em benefício aos meninos atendidos na instituição.
A Associação Sinhava Eva busca apoio para a contratação de um profissional técnico agrícola para ensinar aos adolescentes as técnicas de cultivo da horta, produção de humus, compostagem, e demais atividades do dia-a-dia para aperfeiçoamento da horta.
Piumhi fica a mais de 250 km a oeste de Belo Horizonte e faz divisa com o Lago de Furnas e a oeste com o Parque Nacional da Serra da Canastra. Nesta cidade com 30 mil habitantes, cerca de seis mil são jovens e crianças e a economia está baseada no café e no leite. Ali, a instituição Sinhana Eva atende jovens, prevenindo-os de situação de risco social, evitando a evasão escolar e ainda buscando o envolvimento da família nas atividades.
A associação recebeu o nome de Sinhana Eva para homenagear uma rezadeira legendária que viveu na cidade, tendo rezado para muitos meninos ali nascidos. A Sinhana Eva tem três projetos em franca expansão, com 250 inscritos: o artesanato, a horta orgânica e o programa de informática. Contatos com Darci 37-9942-8888.

Jantar da Primavera visa ampliar número de famílias atendidas

A Instituição Assistencial Irmão Palminha (IAIP), localizada em São Bernardo do Campo, atende atualmente 200 famílias, crianças, jovens e adultos, oferecendo oficinas de geração de trabalho e renda, cultural, lazer, educacional. Para ampliar o número de atendidos, a IAIP promove o seu jantar tradicional dançante da Primavera no dia 20 de setembro no restaurante São Francisco, em São Bernardo do Campo (SP), sábado, a partir das 20h. No evento, será feito um sorteio de um televisor de Plasma 32". O preço do convite é de R$ 55,00. Os convites não serão vendidos no dia do jantar.
A IAIP – Fundada há quatro anos, realiza um trabalho com educadores, pedagogos, psicólogos e assistente social para oferecer à comunidade Jardim Calux oficinas de reforço escolar, capoeira, artes cênicas, artes plásticas, jogos recreação & lazer, informática, atendimento odontológico, artesanatos e apoio à gestante. Para mais informações sobre a compra de convites e o trabalho da instituição, clique no site:
http://www.palminha.org.br/.
Contatos:
e-mail: palminha@palminha.org.br
telefones 11 4390-9699 / 7386-2863

Agenda: 9/9 - Epilepsia em debate gratuito de esclarecimento

Atenção - evento gratuito de esclarecimento - saúde: A APPESC – Associação Pró Portadores de Epilepsia e Síndrome Convulsivas, instituição filantrópica da cidade de São Paulo, promoverá o evento gratuito Diálogo : “Políticas Públicas e Controle Social sob a temática das Epilepsias”, no dia 9 de setembro, de 13:00 às 15:00 horas, no Auditório Alexandre Vranjac, situado no 9o andar do prédio da SES, Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 188. Nesta data, a APPESC celebrará os sete anos de sua fundação e o Dia Paulista de Conscientização e Prevenção às Epilepsias, data marcada segundo a lei 12.895 sancionada em 18 de abril deste ano pelo governador José Serra.

Fundo Cristão para Crianças resgata cultura regional no Ceará e em Minas

O Fundo Cristão para Crianças (FCC), celebra por meio de suas entidades conveniadas neste 22 de agosto o Dia do Folclore, mostrando que é possível fortalecer as tradições com soluções simples. Com o projeto Brinquedoteca, as entidades conveniadas ao FCC em Minas Gerais e no Ceará oferecem às comunidades atendidas espaços que motivam e valorizam as atividades lúdicas das brincadeiras. No Ceará, além de brincadeiras livres, algumas Brinquedotecas também criam um ambiente de integração entre várias faixas etárias e o resgate das manifestações folclóricas. De acordo com Elizabeth Gomes, assessora de programas sociais do Fundo Cristão para Crianças, dentro desses espaços foi criada a “Mala da Fantasia”, atividade voltada para a valorização do conhecimento e das tradições das comunidades. “As Brinquedotecas e a Mala da Fantasia também contribuem para a integração entre as crianças e as gerações mais antigas dessas localidades, motivam o envolvimento comunitário e permitem um intercâmbio e uma reconstrução cultural”, explica Elizabeth. Participam das 24 brinquedotecas do Ceará e de Minas Gerais, conforme levantamento realizado há um ano, 5.396 crianças, 1.069 adolescentes e 30 adultos. Entre as atividades desenvolvidas, são conduzidas brincadeiras livres, jogos, construção de brinquedos, leitura dramatizada de histórias, oficinas culturais de música, dança e teatro.
Já na região do Vale do Jaguaribe, a Associação Projeto Paz e União, de Limoeiro do Norte (CE), focaliza o folclore popular nos projetos sócio-educativos, entre eles as apresentações semanais do grupo de dança Maria Fumaça, formado por 80 crianças da região, que faz parte do projeto “No Terreiro do Sertão”, que resgata as tradições de gerações anteriores. No encerramento, haverá uma seção do “Cine Paz”, com a exibição do documentário “Brinca Faceira”, produzido pelo Instituto Brasil de Dentro e patrocinado pela Petrobrás, mostrando uma das mais importantes manifestações culturais de Limoeiro do Norte (CE): o “Boi Pai”, da comunidade de Campo da Faceira. Além disto, um grupo de bordadeiras e costureiras fará a exposição de seus trabalhos, todos inspirados na imagem do boi. “O apoio que recebemos do Fundo Cristão para Crianças tem sido fundamental. Com a ajuda dos seus técnicos foi possível levantar diagnósticos, capacitar educadores sociais e animadores comunitários e disseminar conhecimentos que ajudam a transformar a cultura em geração de renda. Com o apadrinhamento de nossas crianças e adolescentes, além da ajuda financeira, também conseguimos criar fortes vínculos com as comunidades que atendemos”, frisa Maria Francineide Chaves de Azevedo, gestora da entidade.
No Sul do Ceará, no município de Barbalha, a Sociedade de Educação e Saúde à Família (Sesfa) movimentou em agosto a comunidade com concursos de desenhos, leitura dramatizada de histórias e gincana cultural voltados para temas e personagens da cultura local. A semana será encerrada no dia 22 com apresentações dos grupos de teatro e dança apresentando os costumes e a realidade sócio-cultural da região.
O Conselho de Pais de Campos Sales conseguiu desenvolver um forte trabalho de resgate da cultura local e implantou também a Mala da Fantasia, que apresenta manifestações folclóricas como o Reisado, resgatado com a ajuda de um antigo morador de 87 anos que ensinou a prática às crianças. Hoje, o Grupo de Reisado percorre mensalmente as ruas das comunidades da região.
As oficinas de música, geradas nas Brinquedotecas, deram origem à Orquestra de Sanfonas, Orquestra de Câmara e ao Grupo de Percussão com um total de mais de 230 crianças e jovens que estão se profissionalizando. Na dança, a Brinquedoteca também foi importante para a criação da Agremiação Junina Flor do Mandacaru, tricampeã nos festivais municipais de quadrilhas. “Esse projeto do FCC veio plantar a cultura do lúdico e propiciar uma relação de respeito e admiração entre crianças, adultos e idosos, estimulando a integração da família e da comunidade”, explica Maria Lúcia de Andrade Saraiva, gestora do Conselho de Pais de Campos Sales.
“Casinha de Cultura” resgata expressões locais em comunidades mineiras
As Pastorinhas do Rio Preto constituem uma das expressões culturais resgatadas pela iniciativa “Casinha de Cultura”. O grupo das pastorinhas formado por 40 crianças sai pelas ruas da cidade anualmente, entre a véspera do Natal e o Dia dos Reis Magos (6 de janeiro), contando a história do nascimento de Jesus e levando a imagem do menino Jesus. Vão de porta em porta agradecendo as doações e incentivando o auxílio para a paróquia. “As pastorinhas usam vestido estampado, com avental e lencinho vermelho. Saem às ruas cantando e batendo seus xiquexiques”, de acordo com a professora Isaura Nunes, que leciona na Escola D. João Antônio, em São Gonçalo do Rio Preto (MG).
A cultura regional foi resgatada pelo FCC a partir de um diagnóstico feito há 10 anos, que apontou uma degradação cultural nas comunidades onde a organização atua. Entre as conseqüências identificadas estavam a perda de identidade, a falta de opções de lazer e de espaços livres para brincadeiras de crianças, além da solidão e dificuldades das comunidades em desenvolverem ações coletivas.
Para ajudar a modificar esse cenário, a “Casinha de Cultura” é atualmente promovida por 24 entidades conveniadas ao Fundo Cristão para Crianças, entre elas a Federação das Associações Comunitárias de São Gonçalo do Rio Preto (MG). São 40 “Casinhas de Cultura” em Minas Gerais, concentradas principalmente no Vale do Jequitinhonha que contam com a participação de 7.874 crianças, 2.952 adolescentes e 2.477 adultos. De acordo com Karla Renata Corrêa, assessora de programas sociais do FCC, o objetivo é possibilitar um espaço de encontro e convivência para resgate e valorização da história e da cultura de cada comunidade, ao promover a integração entre as diferentes faixas etárias e a participação da família. “Buscamos resgatar e fortalecer tradições como cantigas, danças, artesanatos, brincadeiras, festas, causos, histórias, grupos folclóricos, entre outras manifestações culturais”, explica Karla. Nas “Casinhas de Cultura”, as educadoras sociais das entidades conveniadas também incentivam a construção de brinquedos, a leitura de livros (Cantinho dos Sonhos), a elaboração de pesquisas e registros para divulgação da cultura local e o intercâmbio com outras unidades da iniciativa.
Há também as “Casinhas de Cultura Itinerantes”, promovidas em comunidades onde ainda não há espaço físico disponível para a realização das atividades. Assim, é possível levar a proposta para mais crianças, adolescentes e adultos que não têm acesso à iniciativa. “Em 2008, esperamos levar a “Casinha de Cultura” para o Ceará, onde o Fundo Cristão para Crianças também desenvolve ações junto às comunidades em situação de risco social, e implantar mais oito unidades em localidades rurais do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais”, acrescenta Karla.
Fundo Cristão para Crianças - Desde que chegou ao Brasil, há 42 anos, o Fundo Cristão para Crianças tem atuado em comunidades urbanas e rurais em prol de crianças, adolescentes e famílias em situação de risco social. Através de programas sociais e iniciativas programáticas, a organização, em parceria com suas 103 entidades conveniadas no país, oferece atividades de educação, saúde, segurança alimentar e nutricional, geração de trabalho e renda, resgate cultural e desenvolvimento comunitário, entre outras. Qualquer pessoa, organização ou empresa pode ajudar na continuidade desse trabalho, através de doações ou do sistema de apadrinhamento. Cada padrinho contribui com a quantia mínima sugerida de R$ 37 por mês, valor que é encaminhado para os programas sociais geridos pelas entidades conveniadas. O apadrinhamento pode ser feito por meio de ligação pelo número 0800 31 23 50 ou pelo site www.apadrinhamento.org.br.
Informações para a imprensa:
Beatriz Debien (31) 2555 5050 / (31) 9603 0085
beatriz@comunicacaorede.com.br

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Surf Solidariedade é a nova onda na comunidade do Terreirão, do Rio de Janeiro

O Projeto Social Surf Solidariedade começou em dezembro de 2007 para ajudar crianças carentes por meio do esporte e outras atividades, na comunidade do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro (RJ). Mas, o surf não é a única onda por lá. A galerinha também conta com assistência odontológica, cestas básicas e eventos culturais mensais. Para participar, as crianças precisam ter um bom desempenho escolar, premissa básica para continuarem sendo beneficiadas pelo Surf Solidariedade. A meta do projeto é o resgate da cidadania infantil, ao reduzir a mortalidade e o trabalho infantil e ainda combater a exploração sexual.
O surfista profissional Dionísio dos Santos é o instrutor responsável pelas aulas. Ele incentiva e treina futuros nomes das categorias de base do longboard (modalidade oriunda do formato clássico de longas pranchas). Para crianças que não querem o surf, o projeto realizou parceria com a escola de dança Pas de Deux, o que agradou principalmente as meninas da comunidade.
De acordo com a assessora de imprensa do projeto, Bianca Tomé de Souza Ferreira, a ampliação de vagas e inclusão de mais oportunidades como cursos de idiomas e informática são metas permanentes do projeto. “Queremos ajudar e abraçar causas que proporcionem oportunidades para crianças da comunidade”, diz Celso Figueiredo Lopes, da empresa Figueiredo Advogados Associados que contribui financeiramente para a realização do projeto. O Projeto Social Surf Solidariedade está aberto a novas parcerias e patrocínios. Os interessados podem enviar um e-mail para biancatsf@ig.com.br ou entrar em contato pelo telefone (021) 7819-5935 ou 2425-4838.

No Guarujá (SP), CAMP forma e coloca no mercado jovens de baixa renda


O Centro de Formação Profissional CAMP-Guarujá já formou e colocou no mercado de trabalho mais de 12 mil adolescentes, desde sua fundação, há 40 anos. O CAMP-Guarujá atua na qualificação e inserção de jovens de baixa renda ao mercado de trabalho em regime de aprendizagem, de acordo com a Lei 10.097/2000 - Lei de Aprendizagem Profissional que regulamenta o trabalho adolescente. Anualmente, o Camp-Guarujá realiza o seu processo seletivo para escolha de jovens para novas turmas de Curso de Inserção ao Mercado de Trabalho no ano seguinte. Os adolescentes entre 14 e 15 anos que queiram fazer parte do projeto devem entrar em contato com a entidade ou visitar no site para saber a data de inscrição para o processo seletivo.
Formação diferenciada - O projeto de Formação Humana, além da interdisciplinaridade curricular, envolve uma interação constante com a rede municipal, estadual e federal, com a iniciativa privada e a sociedade - os agentes diretos no processo de formação e principalmente na empregabilidade dos jovens formados. São promovidos encontros entre a equipe funcional, os adolescentes e seus familiares; além de atendimentos individualizados para os responsáveis e os adolescentes. O programa ainda envolve palestras, pesquisas e visitas técnicas, além de dinâmicas de grupo. Há ainda uma biblioteca com um acervo de mais de 3.500 livros e revistas para consulta, além de jornais e fotos. Os jovens desenvolvem também projetos de horta, trabalhos voluntários e campanhas de saúde na comunidade.
Contratar um aprendiz é mais do que um ato de responsabilidade social, é também um bom negócio. Além de oferecer oportunidades reais e viabilizar projetos de vida para as novas gerações, o empreendedor não precisa se preocupar com obrigações trabalhistas, pois todas são assumidas pelo Camp-Guarujá. Assim, ele pode contar com jovens formados em um dos melhores centros de formação do país.
Novo Espaço precisa doações - O espaço físico da entidade possibilita um atendimento máximo de 400 alunos/ano, selecionados entre 5.000 candidatos. O grande número de pretendentes existe em função do nível de excelência em educação, graças ao Projeto de Formação Humana. A construção da Unidade II eliminará o principal gargalo do CAMP-Guarujá e possibilitará o atendimento de 1.600 alunos/ano, além da criação de vários projetos alternativos, incluindo os portadores de necessidades especiais, adolescentes e famílias com baixa escolaridade e alto índice de vulnerabilidade social. Há uma área de 6.322 m² onde serão construídas 17 salas de aula, anfiteatro, refeitório com capacidade para 250 pessoas, biblioteca, dois laboratórios de informática, salas de eventos, escritório modelo, papelaria/copiadora, cantina, ambulatório médico e odontológico.
Ainda que a instituição tenha sua contra-partida financeira, necessita de um amplo apoio da sociedade, da iniciativa privada e de órgãos públicos para a concretização deste plano – a construção da Unidade II do Camp-Guarujá.
Visite o site http://www.camp-guaruja.org.br, conheça mais sobre a entidade e saiba como pode colaborar para tornar a Unidade II uma realidade!

Em São Paulo, a AES Run & Fun promove a V Feijoada Solidária neste sábado, dia 16

Pelo quinto ano consecutivo, a Associação Esporte Solidário Run & Fun (AES), dirigida pelo técnico Mario Sérgio Andrade Silva, e que atende 240 crianças e jovens com treinamentos de corrida, atletismo e natação, promove a sua Feijoada Solidária. O evento, que visa arrecadar fundos para a AES, será no restaurante Charlô do Jockey Club, em São Paulo (SP), neste sábado, 16 de agosto, a partir das 13h30. Haverá sorteios de brindes, uma tradição nas feijoadas promovidas pela instituição.

Mais informações para a compra de convites: www.esportesolidario.org.br/feijoada
Ou pelo telefone 11 5096 4746.
Preço: R$ 150,00. Não serão vendidos convites no dia da feijoada.

A Associação Esporte Solidário Run&Fun foi fundada há nove anos por Mario Sérgio Andrade Silva, e realiza um trabalho multidisciplinar, com educadores físicos, pedagogos, psicólogos e assistentes sociais. Atende um grupo de aproximadamente 240 crianças e jovens das comunidades São Remo, Jaguaré e Rio Pequeno, na zona Oeste de São Paulo. As crianças e jovens recebem treinamentos de corrida, atletismo e natação (com método desenvolvido por Gustavo Borges), além de reforço escolar, aulas de inglês e computação, e atendimento médico, psicológico e dentário, frutos de parcerias da AES com a Universidade de São Paulo e a Clínica do Movimento. Além dos patrocinadores - a Fundação Lemann, Lexmark, Asics e Track&Field - a AES conta com um grupo de apoiadores e outro de conselheiros mantenedores: Antonio Bonchristiano, Marco Botter, Guto Milano e Guilherme Affonso Ferreira.

Mais informações para Imprensa:
Mari Botter Assessoria em Comunicação
Tel. 11 3032 8237 / 3815 8952 / 9982 2068
maribotter@uol.com.br

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Instituto Bruno na I Mostra Solidária de Artesanato – Juiz de Fora (MG)

Objetos artesanais confeccionados por voluntários e por pessoas atendidas pelas instituições de Juiz de Fora estão expostos no Espaço Cultural Sobrado desde 8 de agosto na I Mostra Solidária de Artesanato. Além do Instituto Bruno, participam a ALAE, o Núcleo de cidadãos de rua da AMAC, a Associação dos Cegos e a Fundação Ricardo Moisés Jr. Entre os objetos, estão tapetes, bonecos, flores, bordados, com variadas matérias primas. “É um trabalho que cumpre o seu papel de cidadania e amor ao próximo. São trabalhos diferenciados, pois feitos com ingredientes raros hoje em dia: o amor, a solidariedade e a doação”, diz Rogéria Conceição, diretora do Espaço Cultural Sobrado. Ela complementa, informando que toda a renda obtida com a venda irá direto para as instituições.
O Instituto Bruno apresenta artigos de papelaria produzidos na sua oficina, como cadernos, lápis, cestos, entre outros, feitos por pessoas surdacegas e com múltiplas paralisias. "Estamos muito animados com essa exposição", diz Maria Aparecida da Silva, instrutora da Oficina de papelaria. O Espaço Cultural Sobrado fica à Rua Batista de Oliveira nº 1230, bairro Granbery, e funciona de segunda à sexta-feira, das 9h as 19h, e aos sábados, das 9h as 16h.
Instituto Bruno:
Telefone: (32) 2102-4300
Endereço: Rua Paula Lima, 243, Jardim Glória. Juiz de Fora – MG –
e-mail: institutobrunocomunica@yahoo.com.br
site: www.institutobruno.org.br.

Cia Estável abre inscrições para as oficinas

A pesquisa da Cia.Estável vem se firmando no debate e na criação em conjunto com a comunidade onde está inserida. Foi assim no projeto Amigos da Multidão, no teatro Flávio Império em Cangaiba (Zona Leste de SP), onde montou o espetáculo O Auto do Circo (2004) e se confirma agora no projeto Vagar Não é Preciso, que acontece no Arsenal da Esperança, uma casa de acolhida para homens em situação de rua, situado no prédio da antiga hospedaria dos imigrantes. O novo espetáculo da Cia., resultado desse processo, tem estréia prevista para setembro. Para tanto, as inscrições para as novas turmas de oficinas já estão abertas.
Oficina Grátis de Iniciação Teatral - com Daniela Giampetro
Começou no dia 3 de agosto e acontece todo domingo, das 14 às 17 horas, até dezembro. Nos encontros semanais, os participantes desenvolvem noções básicas sobre teatro com o objetivo de ter um espaço de integração, reflexão e criação através de técnicas teatrais, análises de textos e materiais variados. O público recomendado é a partir de 16 anos.
Um incentivo a escrita (dramaturgia) – com Mauricio Hiroshi. – Gratuito
Também iniciou no dia 3 de agosto e é realizado todo domingo, das 14 às 17 horas, até dezembro. Esta oficina é destinada a quem gosta de escrever e deseja se iniciar na criação e estudo de textos teatrais. O público recomendado é a partir de 16 anos.
AS INSCRIÇÕES VÃO ATÉ DIA 17/08! Os interessados devem comparecer no Arsenal da Esperança (endereço abaixo) às 13 horas para efetuar a inscrição e início das aulas. As inscrições continuam até 17/08.
Arsenal da Esperança - Rua Dr Almeida Lima, nº 900 (próximo ao Metrô Bresser e Universidade Anhembi Morumbi). Informações sobre as Oficinas com Flávia 11 8708 9563
e-mail: oficinas.estavel@gmail.com
Os trabalhos artísticos: Esses trabalhos se dão na busca de condições e ferramentas para construir um espaço de criação de mútua interferência (Cia-Comunidade) nos conceitos e experiências que estruturam o processo e levam ao trabalho artístico.
Oferecer a possibilidade de experiência em grupo para uma discussão sobre ideologia e estética é fundamento para a realização de seus projetos artísticos. Para tanto, alguns procedimentos são recorrentes: oficinas (circo, teatro, dramaturgia e teatro laboratório), espetáculos, fóruns, debates, palestras, intervenções, fanzines, práticas de criação coletiva, dentre outros.
Informações para Imprensa: 11 7697-5135 com Maria Carolina Dressler
mcdressler@gmail.com

Fundação Heydenreich, 10 anos de informática para o mercado

A Fundação Heydenreich comemora 10 anos de sucesso em mais uma ação social voltada aos jovens de baixa renda, em especial da zona sul da capital de São Paulo. O curso de informática gratuito e aplicado ao mercado de trabalho teve início no ano de 1998, na mesma época que a Internet e a tecnologia da informação começavam a ganhar espaço na vida dos brasileiros. Nas aulas, ministradas pelo professor e ex-aluno do programa Joab Bispo dos Santos, são abordados conteúdos específicos sobre softwares como Windows, Microsoft Office e Internet, além de montagem e configuração de computadores. “São anos de muita dedicação que resultaram em jovens mais preparados para o mercado de trabalho”, comemora Pedro Paulon, coordenador do Projeto.
Os únicos pré-requisitos para se cadastrar são: ter idade entre 15 e 19 anos e conhecimentos básicos de informática. As aulas ocorrem às segundas, terças, quartas e sextas-feiras, nos períodos da manhã e tarde das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30h. O curso de Informática Avançada, uma iniciativa da Fundação Heydenreich, é ministrado na Rua Padre José de Anchieta 646 – Santo Amaro.
Sobre a Fundação Heydenreich - Criada em 1929 pelos imigrantes alemães Daniel, Hermann e Helene Heydenreich, a instituição sempre teve a preocupação e interesse em trabalhar com indivíduos em estado de vulnerabilidade material e social, assim como valorizar a ética e a cultura. Uma das mais importantes realizações é o Projeto Uirapuru, em Taboão da Serra há dois anos. O programa gratuito consiste em curso preparatório para primeiro emprego, com aulas de finanças, legislação, informática e administração, sempre utilizando o computador. Além disso, a instituição visa formar jovens cidadãos críticos e agentes transformadores da realidade em que vivem. Apenas nos últimos oito anos, já atendeu mais de 35 mil pessoas principalmente através de programas educacionais relacionados à Tecnologia da Informação.
Site: www.fbh.org.br.

Ampere realiza Encontro de Agroecologia

Mais de 600 pessoas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul visitanram a V Festa das Sementes e participaram do III Encontro Regional de Agroecologia, no final de julho, em Ampere, cidade do sudoeste do Paraná. Além da troca de conhecimento, elas ainda puderam comparar as várias espécies de sementes em uma partilha da biodiversidade existente na agricultura familiar do Sul do Brasil.
Tudo começou em 2004, em uma iniciativa da ASSESOAR e da REDE ECOVIDA DE AGROECOLOGIA. Na segunda edição, demais entidades de Agricultura Familiar uniram-se ao evento, que ganhou corpo e caráter regional, passando a ser
organizado e pensado pelo FÓRUM REGIONAL das Entidades da Agricultura Familiar e por várias ONGs. A idéia de se realizar este evento nasceu da necessidade e preocupação em preservar formas autônomas de reprodução dos vegetais e animais. A festa das Sementes é um espaço que permite a troca e a partilha das sementes crioulas que ainda são de domínio dos agricultores familiares da região.

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Alternativa expõe peças para Dia dos Pais

A Alternativa, organização beneficente que promove a integração de jovens e adultos portadores de deficiência mental ou comprometimento sério na área emocional, está com uma venda especial para o Dia dos Pais. São peças especiais feitas pelos artesãos à venda na própria Alternativa, que fica na Rua Joaquim Nabuco, 513 - S.Paulo - SP - tel. 5542-6072, nos dias 7 e 8 de agosto, das 9:00 às 18:00 horas. Algumas peças e preços enviados pela entidade: lixeira de couro para escritório (R$ 84,00); bloco para recados com capa de madeira pirogravada (R$ 12,00); porta-revistas em madeira e couro (R$ 84,00); cachepos variados com lindas plantas; luminárias e castiçais com mosaico de vidro.
As peças são feitas na Oficina Abrigada de Trabalho, que focaliza o trabalho como meio para o crescimento integral de cada um de seus artesãos. Uma equipe de profissionais especializados garante a qualidade do serviço prestado. A Alternativa atende pessoas com idade acima de 18 anos. O atendimento não é gratuito, mas famílias com dificuldades passam por estudo de sua situação sócio-econômica, cujo resultado determina o valor a ser pago.
O foco é a manufatura de objetos artesanais, com materiais diversos (madeira, couro, vidro, sisal, etc.).A manufatura foi escolhida por ser uma forma de produção simples e fácil de ser compreendida sendo que a produção de cada objeto passa por várias etapas, com dificuldades variadas, o que possibilita a participação de pessoas com diferentes graus de deficiência. O trabalho é sempre realizado em equipe, mas o planejamento das propostas é individual, permitindo que cada um participe conforme suas possibilidades.

Instituto de Caxias do Sul oferece tratamento

A Unidade I da instituição Dr. Bezerra de Menezes, que existe há oito anos na cidade gaúcha de Caxias do Sul oferece abrigo com residência para meninas para tratamento em dependência química por três meses, acompanhadas por equipe especializada.
Site: http://www.bezerracaxias.com.br/

ADEFAV faz parceria com Universidade Braz Cubas

A ADefAV - Associação para Deficiente de Áudio Visão – lança em agosto o inédito curso de Aperfeiçoamento em Educação de Pessoas com Surdocegueira e Deficiência Múltipla na Perspectiva da Inclusão, feito em parceria com a Universidade Bráz Cubas. O curso tem carga horária de 180 horas com turmas em São Paulo e em Mogi das Cruzes.
Site: http://www.adefav.org.br/
nformações: 11-3571-9511

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

SINHANA EVA FAZ A DIFERENÇA NA VIDA DE JOVENS DE PIUMHI, EM MINAS GERAIS

Piumhi fica a mais de 250 km a oeste de Belo Horizonte e faz divisa com o Lago de Furnas e a oeste com o Parque Nacional da Serra da Canastra. Nesta cidade com 30 mil habitantes, cerca de seis mil são jovens e crianças e a economia está baseada no café e no leite. Ali, a instituição Sinhana Eva atende jovens, prevenindo-os de situação de risco social, evitando a evasão escolar e ainda buscando o envolvimento da família nas atividades. A associação recebeu o nome de Sinhana Eva para homenagear uma rezadeira legendária que viveu na cidade, tendo rezado para muitos meninos ali nascidos.
A Sinhana Eva tem três projetos em franca expansão, com 250 inscritos: o artesanato, a horta orgânica e o programa de informática.
Reciclagem de aparas de papel – Os jovens estão produzindo papel decorado a partir da reciclagem de aparas descartadas das gráficas. O efeito final é um produto de visual estético agradável e ecológico para confecção de agendas, cartões, convites. Toda a venda do papel é revertida para os adolescentes que produzem o papel. A Sinhana Eva aceita encomendas com preços a combinar. Contatos com Darci 37- 9942-8888.

GRAACC traz a escola até os pacientes

O projeto Escola Móvel, do GRAAC, traz a escola até os pacientes por meio de professores qualificados que seguem a grade curricular da escola de origem da criança, para garantir que elas não fiquem defasadas em relação aos colegas da mesma turma e idade que freqüentam aulas fora do Hospital. Para auxiliar os jovens na difícil fase do tratamento do câncer e evitar que a rotina de quimioterapia, consultas constantes e internações façam com que os pacientes sintam-se desmotivados a continuar seus estudos, o projeto mantém os pacientes matriculados e envolvidos nas atividades escolares do ensino fundamental até a Universidade. Na Escola Móvel, qualquer ambiente do GRAACC é usado como um local de ensino e formação e todos os pacientes têm acesso à educação – respeitando suas limitações e trabalhando para a superação de seus desafios.
Antes de iniciar as aulas, os voluntários e os coordenadores do projeto contatam a escola na qual o paciente é matriculado, explicam a situação e o motivo da criança não poder participar regularmente da escola. Com o programa das disciplinas fornecido pela instituição de ensino, os 10 professores e 8 estagiários, que atuam sob a supervisão dos coordenadores do projeto, aplicam o conteúdo de sala de aula no GRAACC, durante o tratamento do paciente.
O projeto – que completa oito anos – já beneficiou cerca de 1.800 crianças e adolescentes e atualmente, atende 130 pacientes/mês. “Estudar é uma atividade muito positiva para essas crianças. A auto-estima melhora quando elas percebem que são capazes de continuar aprendendo. Simplesmente abonar as faltas não resolve a questão”, avalia o coordenador do projeto e professor Eduardo Kanemoto.
O GRAACC tem como foco prestar atendimento humanizado aos pacientes da instituição, reconhecida por sua excelência no tratamento do câncer infanto-juvenil. Para intensificar seu projeto de humanização, o GRAACC adota ações que visam a atender plenamente as necessidades de seus pacientes.
Informações: Imprensa - Deborah Ferreira ou Eduardo Contro – Lide Soluções Integradas em Comunicação - Fone/fax: (11) 2711-1604 / 1619 e-mail: dferreira03@lide.com.br ou eduardo03@lide.com.br

Site: www.graac.org.br.

ANOTE: DIA 9 DE AGOSTO TEM BAZAR NO ARSENAL DA ESPERANÇA

A instituição Arsenal da Esperança – Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida – que fica na Rua Dr. Almeida Lima, 900 (Mooca), terá um bazar beneficente no próximo dia 9 de agosto, sábado, das 8:00 às 13:00 horas.
Informações: 11-2292-0977
Site: www.arsenaldaesperanca.org.br

sábado, 2 de agosto de 2008

APOIO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM CÂNCER

A Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva, localizada no Rio Grande do Norte, atende há 13 anos crianças e adolescentes em tratamento oncológico e hematológico crônico, carentes e oriundas do interior e da capital. Esta instituição sem fins lucrativos ampara aqueles que estão em tratamento e seus acompanhantes, enquanto durar o tratamento, ao oferecer hospedagem, transporte e alimentação. Também providencia doação de roupas, calçados e brinquedos, além de cestas básicas mensais, medicamentos e passagens para o tratamento fora do estado. A assistência multidisciplinar é dada por médicos, dentista, nutricionista, assistente social, psicóloga, fisioterapeuta e pedagoga. Desde sua criação, mais de 1.100 crianças já foram atendidas ali, sendo que atualmente há 595 crianças em tratamento. Há vários projetos desenvolvidos por esta instituição que atende pessoas do Ceará e da Paraíba.
Telefone: 84-4006-1600
Site: www.cacc.durvalpaiva.org.br